fbpx
Famosos Geral

Reveladas novas informações sobre o desaparecimento de Madeleine McCann

Maddie Madeleine Mccann
Reprodução

O alemão Christian Brueckner é o principal suspeito do rapto e possível homicídio de Madeleine McCann, a menina inglesa que desapareceu de um aldeamento turístico junto à praia da Luz, no Algarve, em maio de 2007.

De acordo com novos dados da investigação, o homem, que se encontra a cumprir uma pena de prisão na Alemanha, terá dito à então namorada, na noite de 2 de maio de 2007, que no dia seguinte iria fazer algo de terrível. Avisou-a, também, de que iriam ficar uns tempos afastados. A ser verdade, a revelação foi feita precisamente na véspera do desaparecimento da criança.

Nunca se soube o que aconteceu, na verdade, a Madeleine. Mas uma parceria secreta entre as autoridades portuguesas, inglesas, e alemãs, veio a descobrir que, de facto, Christian esteve no local do crime na noite de todos os acontecimentos. Tudo graças ao sinal do telemóvel que, na altura, lhe pertencia. Aí, fez uma longa chamada telefónica nos minutos que antecederam a hora do rapto.

Desde então, deixou de ser visto no Algarve. Regressou apenas três anos depois, tendo trabalho num bar situado em Lagos. Mais tarde, já na Alemanha, onde geriu um outro bar, fez vários comentários acerca do desaparecimento de Maddie. A uma colega, disse, sem admitir se esteve envolvido, que os porcos podem comer carne humana e que a menina está morta. A um outro, disse saber tudo sobre o caso.

Apesar de todos estes indícios, as autoridades não têm, ainda, material suficiente para o levar a julgamento. Para já, por motivos de segurança, foi colocado numa cela individual em Kiel, bem no norte da Alemanha, onde se encontra a cumprir uma pena por tráfico de droga. Não tem contacto com qualquer outro recluso.

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News