fbpx
Geral

Pai de Valentina confessou o crime em tribunal

Sandro Bernardo, pai de Valentina, foi ouvido esta quarta-feira em tribunal e confessou o crime. A notícia é avançada pela SIC Notícias. 

O progenitor afirmou que bateu na menina para tentar arrancar-lhe uma confissão forçada sobre alegados abusos sexuais que Valentina estaria a sofrer, no entanto, referiu que não tinha intenção de matar a filha.

Sandro Bernardo confessou ainda que Valentina morreu após ter sido agredida com violência por ele. O filho mais velho da madrasta também foi ouvido e contou que o casal o proibiu de contar a verdade.

Recorde-se que Valentina, de 9 anos, foi dada como desaparecida na passada quinta-feira de manhã. Foi o pai quem comunicou às autoridades o seu desaparecimento.

A população juntou-se às buscas, durante vários dias, para tentar encontrar Valentina, no entanto, as autoridades detiveram o pai e a madrasta por suspeitas de homicídio e ocultação de cadáver, na manhã deste domingo. O progenitor levou as autoridades até uma zona de eucaliptal, na Serra D’el Rei, em Peniche, local onde deixou o corpo da menina.

A Polícia Judiciária revelou ainda, em conferência de imprensa, na tarde do passado domingo, que no momento em que a criança foi morta, estavam três crianças em casa e que o depoimento do filho mais velho da madrasta teria ajudado a desvendar o crime.

A autópsia revelou, esta segunda-feira, que Valentina foi morta num cenário de agressões violentas.

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News