fbpx
Geral

Obstetra do bebé que nasceu sem rosto foi expulso da Ordem dos Médicos

Reprodução Redes Sociais

Artur Carvalho, o obstetra do bebé de Setúbal que nasceu com malformações, foi punido com a pena máxima prevista nos Estatutos da Ordem dos Médicos: a expulsão.

A informação foi confirmada à Lusa por fonte oficial da instituição.

No caso do bebé Rodrigo [que nasceu com malformações no rosto] , o Conselho Disciplinar Regional do Sul da Ordem dos Médicos determinou a suspensão por cinco anos do médico. O mesmo Conselho Disciplinar tinha em fase final de instrução outros cinco casos que foram apensados num único despacho de acusação. A decisão deste foi a pena máxima prevista nos Estatutos da Ordem“, afirmou a mesma fonte, citada pela SIC Notícias.

De acordo com os Estatutos da Ordem publicados em Diário da República,  as sanções disciplinares são advertência, censura, suspensão até o máximo de 10 anos e expulsão.

O médico obstetra Artur Carvalho pode recorrer para o Conselho Superior da Ordem dos Médicos e para os tribunais administrativos.

A mãe de Rodrigo já reagiu: “Sinto-me feliz. Em parte foi feita justiça. Mas ainda falta o processo judicial. Quero que ele seja preso“.

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News