fbpx
Geral

Negócio das chamadas de valor acrescentado sofre quebra acentuada

Micros1 Negócio Das Chamadas De Valor Acrescentado Sofre Quebra Acentuada

Os canais televisivos apostam diariamente nos seus vários formatos em passatempos que envolvem chamadas de valor acrescentado. Contudo, depois deste negócio ter atingido o seu pico em 2013, com uma receita total de 72 milhões de euros (32 milhões para a SIC e 46 milhões para a TVI), de ano para ano, este tem vindo a perder receitas, segundo revela o CM.

Durante o primeiro trimestre de 2016, a SIC e TVI conseguiram arrecadar em conjunto 9,7 milhões de euros, o que significa que têm registado cerca de 3,2 milhões por mês. Contudo, no ano de 2015 as receitas com este tipo de chamadas atingiram os 43,3 milhões de euros durante o ano, dos quais 22,7 milhões foram para a SIC e 20,6 milhões para a TVI.

Ainda assim, importa salientar que no grupo Impresa «as receitas de multimédia, após vários trimestres a cair, apresentaram, no primeiro trimestre de 2016, uma ligeira subida de 2,7% [cerca de 130 mil euros], atingindo cinco milhões de euros», o que significa que ascenderam a cerca de 1,7 milhões de euros por mês. Em sentido contrário estão estas receitas da TVI, já que se registou uma «quebra significativa» de 1,7 milhões de euros, fixando o total do trimestre nos 4,7 milhões de euros (1,6 milhões por mês).

 

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News