fbpx
Geral

Morreu João Araújo, advogado de José Sócrates

joao-araujo
Reprodução

O advogado morreu esta quarta-feira, aos 70 anos. Ficou particularmente conhecido por trabalhar para José Sócrates, antigo primeiro-ministro, no âmbito do processo Marquês.

Em atividade desde 1977, João Araújo sofria de um cancro há vários anos. De acordo com vários órgãos de comunicação social, o estado de saúde terá piorado nos últimos meses e ultimamente já era acompanhado, em casa, por uma enfermeira. O velório deverá ocorrer ainda durante este dia, na Basílica da Estrela, em Lisboa.

O defensor de José Sócrates chegou a envolver-se numa forte polémica com Tânia Laranjo, da CMTV. Em março de 2015, junto ao Supremo Tribunal de Justiça, foi abordado pela jornalista e não quis falar com ela. “Desampare-me a loja”, começou por dizer. Perante a insistência, acrescentou ainda uma frase nunca mais esquecida: “A senhora devia tomar mais banho, cheira mal”.

Tal comentário valeu-lhe um processo e, em 2019, foi condenado ao pagamento de uma indemnização, no valor de 12 600 euros, por difamação e injúria.

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News