fbpx

Ministra Ana Abrunhosa abandona debate em Coimbra: “Recuso-me a participar em discursos xenófobos”

"Eu não vou pedir desculpa a ninguém porque eu não ofendi ninguém."

Ana Ramos
2 min leitura
Facebook Município de Alcobaça

A ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, cabeça de lista do PS pelo círculo eleitoral de Coimbra, abandonou, esta segunda-feira, uma mesa-redonda organizada pela Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra.

“Peço imensa desculpa, tenho imenso respeito por vocês, mas eu recuso-me a participar em discursos xenófobos! Eu tenho muito respeito por mim, mas tenho, sobretudo, por vós. Peço-vos imensa desculpa”, exclamou Ana Abrunhosa, abandonando, de seguida, a sala.

Em causa estiveram as declarações de António Pinto Pereira, cabeça de lista do partido Chega pelo círculo eleitoral de Coimbra, durante a mesa-redonda que juntou elementos de vários partidos sob o tema “Promoção do empreendedorismo e que consequências acarreta para Portugal”.

“Peço desculpa, mas eu não vou pedir desculpa a ninguém porque eu não ofendi ninguém. Houve aqui uma má interpretação ideológica e política do Partido Socialista, porque eu não disse que as mulheres eram frágeis. Eu disse que nós protegemos as mulheres, que é uma coisa diferente. A interpretação que foi feita na plateia… Eu peço desculpa, não há aqui nenhum erro”, afirmou António Pinto Pereira, depois que Ana Abrunhosa abandonou o local do debate.

“Defender os jovens, defender as mulheres, defender os idosos, defender as pessoas do nosso país, uma a uma… qual é o problema político? Expliquem-me lá. Fez-se aqui um aproveitamento político e ideológico que é infame. E eu não posso retirar aquilo que eu não disse. Eu defendo as mulheres porque acho que são muito mais importantes e valiosas do que os homens. Ponto final”, sublinhou António Pinto Pereira, segundo relatou a Televisão da Associação Académica de Coimbra (tvAAC).