Geral

Marta Temido e Graça Freitas são alvo de proteção policial

Reprodução TVI

A ministra da Saúde, Marta Temido, e a diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, estão a ser alvo de um reforço em termos de proteção. A medida serve para evitar eventuais abordagens por parte dos cidadãos.

As duas têm sido acompanhadas por elementos do Corpo de Segurança Pessoal da PSP desde o passado dia 20 de março, segundo apurou o jornal Correio da Manhã. Tal proteção dá-se apenas quando se encontram no exterior das respetivas habitações, embora a zona onde moram seja alvo de um maior número de visitas por parte das autoridades.

Recorde-se que Portugal prepara-se para enfrentar o mês mais crítico da pandemia, segundo revelou o primeiro-ministro António Costa. O pico só deverá atingir o nosso país em maio, numa altura na qual já foram confirmados 6408 casos e registas 140 mortes (dados referentes à atualização desta segunda-feira, 30 de março).

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News