fbpx
Geral

Jovem que assassinou Beatriz Lebre foi encontrado morto

beatriz-lebre-ruben-couto
Reprodução Redes Sociais

Rúben Couto, o homem de 25 anos que assassinou Beatriz Lebre, de 23, foi encontrado morto no Estabelecimento Prisional de Lisboa, onde se encontrava em prisão preventiva.

A morte, de acordo com a notícia avançada pela SIC Notícias, terá ocorrido entre as 22:00 e as 23:00 horas deste domingo, 5 de julho. O jovem era vigiado de hora em hora e foi encontrado na ronda efetuada às 23:00 horas.

De recordar que Rúben Couto já tinha tentado por um termo à vida quando foi detido. Na altura, foi transportado para o hospital, mas conseguiu sobreviver.

Segundo a investigação, Rúben Couto e Beatriz Lebre tinham uma relação amorosa, embora tal seja negado tanto pela família, como pelos amigos da estudante alentejana. Para eles, o jovem estava obcecado por Beatriz. Eram ambos alunos do mestrado em Psicologia das Organizações, no ISCTE, em Lisboa.

A morte de Beatriz deu-se a 22 de maio. Foi Rúben Couto, autor confesso do crime, que lhe tirou a vida à facada. Depois, livrou-se do corpo no rio Tejo, junto à estação de Santa Apolónia. O cadáver foi recuperado dias depois, depois de o próprio homicida revelar o local onde o tinha colocado.

O motivo que levou Rúben Couto a assassinar Beatriz Lebre poderá estar relacionado com o facto de esta ter iniciado uma relação com um outro rapaz.

Ultimamente, a família da jovem tem tentado provar que Rúben não era namorado da vítima, contrariamente ao que diz o Ministério Público. Porém, a investigação concluiu, no passado, que os dois estudantes passearam juntos dias antes do homicídio e que até visitaram a casa dos pais de Rúben.

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News