fbpx
Geral

Jornalistas do Observador quase são agredidos por manifestantes. Ljubomir Stanisic pediu ajuda

Observador Manifestacao Quase Agredido Ljubomir Stanisic
Uma das equipas do Observador quase acabou por ser agredida. Ljubomir Stanisic pediu calma e solicitou a ajuda da polícia

Este sábado, realizou-se uma manifestação em Lisboa e vários meios de comunicação estavam presentes. Uma das equipas do Observador quase acabou por ser agredida.

Ljubomir Stanisic, que estava presente, ajudou, pedindo calma e solicitou a ajuda da polícia.

Um dos elementos da organização da manifestação disse ao microfone: “Eu estou a ouvir dizer que o senhor do Observador está aqui atrás. Se calhar já corrigia a notícia, não é? Está aqui o senhor do Observador, se calhar pegava no seu telefone, e ligava para o número, e mandava corrigir a notícia. Isto parecem 200 pessoas? Isto parecem 200 pessoas aqui? Isto parece 200 pessoas?”.

Ljubomir Stanisic pede ajuda da polícia

Os ânimos exaltaram-se contra os jornalistas, e o chef Ljubomir Stanisic, pediu calma e ajuda da polícia.

Malta, se faz favor, calma. O mais importante é manter calma. O sr. deu a notícia que deu. Polícia, pf, ajudem, protejam a pessoa do Observador. Estamos aqui pelo bem. Estamos aqui pelo bem. Hey, parem aí. Não queremos violência. Estamos aqui pelo bem. Por favor peço ajuda, a polícia pode ajudar”.

No dia anterior, na manifestação ‘A Pão e Água’, que decorreu na Avenida dos Aliados, no Porto, Rui Moreira esteve presente no protesto dos empresários e funcionários do setor de restauração contra as medidas restritivas de António Costa para controlar a pandemia da Covid-19 e foi confrontado por Ljubomir Stanisic.

Esta malta toda que está aqui estão a sofrer. 47 mil deles foram para o desemprego. 36 mil empresas declaram falência neste último trimestre. Qual é o apoio que vocês vão dar? Falo hoje não pelo Porto, não por Lisboa, por Portugal. Tem alguma solução? Eu tenho mais de 18% de empregados que tiveram sair da empresa, não conseguimos renovar contratos, não têm pão para comer e ainda não receberam apoios. Têm de esperar 60 dias para ter apoio de Segurança Social e estão sem pão na mesa. O que é que vocês propõem para melhorar isso?“, questionou, o polémico chef.

Rui Moreira – presidente da Câmara Municipal do Porto tentou responder, mas foi de imediato interrompido por Ljubomir Stanisic.

“As medidas foram tomadas ontem [quinta-feira], eles estão a planear isto [a manifestação] há três semanas”.

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

Adicionar Comentário

Clique aqui para comentar

ATV News

<>