fbpx
Geral

Eurovisão 2017: Ucrânia proibe entrada de representante da Rússia no país

O Serviço de Informação Ucraniano (SBU) proibiu, ontem, a entrada da representante da Rússia na Ucrânia por um prazo de três anos. A final da Eurovisão que decorrerá em Kiev não deverá contar com a presença de Ioulia Samoilova, a jovem de 27 anos que foi apurada para a representar o seu país na Eurovisão com a balada romântica «Uma Chama Queima».

A decisão prende-se com o facto da cantora ter dado um concerto em junho de 2015 na Crimeia, a península ucraniana anexada à Rússia um ano antes. O porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov, reagiu entretanto, «do nosso ponto de vista, esta decisão é extremamente prejudicial e injusta e nós realmente esperamos que seja reconsiderada», realçando que ainda espera que a «candidata russa possa participar». Apesar disso, na imprensa russa já se fala numa retaliação que passará pelo boicote à transmissão do evento naquele país.

A jovem já terá, também, reagido, afirmando: «De maneira geral, não estou enervada (….). Devo continuar. Penso que de alguma forma tudo vai mudar». Recorde-se que Ioulia Samoilova tem uma deficiência que a leva a utilizar uma cadeira de rodas.

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

ATV News