Geral

Emigrante infetado com COVID-19 é procurado pelas autoridades portuguesas

Reprodução

João Pedro, de 43 anos, e a mãe, de 70, estão infetados com o coronavírus. Depois de ter sido detido uma vez, por não cumprir as regras de confinamento e ter andado a passear em Aver-o-Mar, na Póvoa de Varzim, o homem fez as malas e fugiu com a progenitora. As autoridades portuguesas estão a tentar encontrá-los.

De acordo com o Jornal de Notícias, é possível que estes estejam algures na região de Fafe, de onde o pai de João Pedro é natural. No entanto, este já garantiu que não sabe onde é que se encontra a mulher e o filho.

Na primeira e única vez em que foi detido, o emigrante, que regressou de França em março, deu dados pessoais falsos às autoridades. Como justificação para o facto de ter violado o dever de confinamento obrigatório, disse que já não apresentava qualquer sintoma associado à doença de COVID-19.

Recorde-se que mesmo depois de os sintomas deixarem de existir, o vírus ainda pode permanecer vivo durante alguns dias. Ou seja, ainda continua a existir a possibilidade de contágio.

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News