fbpx
Geral

Caso Valentina: pena de prisão da madrasta é reduzida para metade

Caso Valentina
Reprodução

Márcia tinha sido condenada a 18 anos e nove meses de prisão, em abril, pela morte de Valentina. A jovem foi morta pelo pai, há cerca de um ano e meio, em Atouguia da Baleia, no concelho de Peniche.

O Tribunal da Relação de Coimbra reduziu para metade a pena que tinha sido aplicada a Márcia, em abril, pela morte de Valentina. Assim, em vez de 18 anos e nove meses, a madrasta da menina terá de cumprir nove anos de prisão efetiva. A informação foi avançada pelo jornal Correio da Manhã.

Em relação ao pai, Sandro Bernardo, mantém-se a pena a que foi condenado inicialmente, ou seja, 25 anos. Trata-se da mais alta que é permitida em Portugal.

Valentina morreu em maio de 2020, com apenas nove anos, na sequência de agressões que lhe foram feitas pelo progenitor. O casal ainda fingiu que a vítima tinha desaparecido, mas acabou por confessar o crime à Polícia Judiciária e revelar o local no qual tinha escondido o cadáver.

Leia também: Teme pela vida! Sandro Bernardo leva uma coça na prisão

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

Adicionar Comentário

Clique aqui para comentar

ATV News