fbpx
Geral

Caso Valentina! Agressões provocaram-lhe um descolamento do crânio

pai madrastra valentina Caso Valentina! Agressões provocaram-lhe um descolamento do crânio

Valentina foi assassinada pelo pai, em maio, na casa onde este habitava em Atouguia da Baleia, concelho de Peniche.

A investigação continua e a acusação terá de estar concluída até ao dia 10 de novembro, segundo o jornal Correio da Manhã. Ou seja, seis meses depois da confissão.

A mesma publicação recorda que a menina sofreu durante horas antes de perder a vida. Foi agredida pelo pai, Sandro, com sucessivos e agressivos abanões. De acordo com a autópsia, o ato provocou-lhe um descolamento do crânio. Foi também torturada com água a ferver. O progenitor, que está detido, explicou que só o fez para tentar perceber se a filha mantinha contactos sexuais com um homem.

Valentina, de apenas nove anos, não foi assistida nem por Sandro, nem por Márcia, a companheira deste. As agressões deram-se de manhã. Ficou em agonia até morrer, sozinha, ao final da tarde. Sofreu várias convulsões. No momento da morte, os dois adultos não estavam, sequer, em casa. Disseram, mais tarde, que tinham ido comprar leite para a meia-irmã da menina.

Depois de se aperceberem da gravidade do que fizeram, levaram o corpo para uma zona de mato a cerca de dez quilómetros. No dia seguinte, comunicaram às autoridades que Valentina desapareceu durante a noite. Foram feitas buscas com o auxílio, até, da população. Contudo, o testemunho do filho de Márcia criou suspeitas na Polícia Judiciária. Apertaram com Sandro e este confessou o crime.

Depois, levou os agentes até ao local no qual ele e a companheira esconderam o cadáver. Estão ambos detidos desde então.

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

ATV News