fbpx
Geral

Caso Maddie. Alemão fez confissão num bar e testemunha denuncia-o

Reprodução

Christian Brückner confessou numa noite num bar que sabia “tudo o que tinha acontecido a Maddie”. O mais recente suspeito do desaparecimento da menina poderá ter sido visto a rondar o apartamento dos McCann dias antes de a criança ter desaparecido. 

Madeleine McCann desapareceu no dia 3 de maio de 2007, no Algarve. De acordo com o Daily Mail, os relatos do homem coincidem com o que algumas pessoas disseram, na altura, às autoridades. Tratavam-se de dois homens que estavam a rondar a Praia da Luz, mais concretamente o apartamento dos McCann.

Também a descrição física foi muito semelhante. Uma testemunha falou num “homem louro com a cara marcada”, o que se pode confirmar com a fotografia divulgada. Já o Correio da Manhã adianta que, quando comemorava o seu aniversário, o homem disse num bar em Brunsvique, na Alemanha, que sabia o que se tinha passado com Maddie e mostrou ainda dois vídeos.

Num deles, uma idosa estava a ser violada e num outro estava a ser violado um menor. A testemunha alertou de imediato as autoridades. A polícia acredita agora que poderá ter sido um assalto ao apartamento que virou crime sexual.

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News