fbpx
Geral

Canais nacionais enviam 28 pessoas para cobrir as provas

Os três canais generalistas enviaram, no seu conjunto, 28 pessoas para a cobertura jornalística dos Jogos Olímpicos de Pequim.


A RTP, que detém os direitos de transmissão da prova, é a estação com o maior número de profissionais na capital chinesa: 20 elementos, com a coordenação de João Pedro Mendonça, editor de desporto do canal, vão produzir conteúdos para os blocos informativos da rádio e televisão. Esta equipa é constituída por “nove jornalistas, cinco repórteres de imagem, dois editores, uma produtora e dois responsáveis técnicos”, explica a estação pública em comunicado.

No total, a RTP vai emitir um mínimo de 457,5 horas sobre a prova nas suas várias plataformas (RTP1, RTP2, RTPN, RTP Mobile e site RTP), não só com a transmissão dos eventos desportivos mas também com blocos de informação, a que são acrescidas as cerca de 15 horas diárias que são emitidas no canal de alta definição (RTP HD, na posição 10) disponibilizado na Zon TV Cabo.

Já a equipa de enviados especiais da SIC é composta por seis pessoas: dois jornalista, dois repórteres de imagem, um editor de imagem e uma produtora, refere Alcides Vieira, director de informação da SIC, em comunicado. A cobertura da prova desportiva será feita na SIC, a SIC Notícias e a SIC Online, canais que “vão acompanhar os Jogos Olímpicos em geral e a participação portuguesa em particular em todos os seus serviços noticiosos”, acrescenta o responsável.

Mais comedida é a TVI, que envia dois elementos a Pequim: uma jornalista e um repórter de imagem, que chegaram ontem à China. Uma das dificuldades que esta estação, assim como a SIC, vai ter de enfrentar é a proibição de aceder à conferências de imprensa da prova. É que apenas as estações que têm direitos de transmissão sobre os Jogos Olímpicos podem fazê-lo. Assim, as privadas vão ter de trabalhar fora da aldeia olímpica. O que não será um problema, assegura fonte oficial da TVI. “Certamente conseguirão cumprir a sua missão e tentar ultrapassar as dificuldades”, afirma a fonte. Pelo seu lado, a equipa da SIC está preparada para fazer, “além do acompanhamento dos jogos, um conjunto de reportagens sobre a China”, explicou Alcides Vieira.

Quanto a programas específicos sobre a prova, a RTP1 é a única que aposta neste formato, com um Jornal Olímpico, emitido diariamente na RTP1 às 18.00 e na RTP2 às 19.00. Já a RTPN vai emitir um magazine diário às 23.00, conduzido pelo jornalista Paulo Catarro. A RTP Mobile lançou também um canal exclusivo para o evento desportivo, que emitirá 24 horas de conteúdo sobre a prova, disponível na TMN.

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News