fbpx
Geral

Bispos não tornam contas de Santuário de Fátima públicas há 14 anos

santuario de fatima
Instagram Santuário de Fátima

Os bispos estão a impedir que as contas do Santuário de Fátima sejam tornadas públicas há 14 anos. O padre Carlos Cabecinhas, reitor do Santuário, garante que as contas serão divulgadas assim que os bispos quiserem.

O órgão máximo do Santuário integra cinco bispos (ou quatro, se o presidente da Conferência Episcopal Portuguesa, coincidir com os titulares de Leiria, Lisboa, Braga ou Évora) e o reitor.

Segundo o Correio da Manhã, “as pontas da revisão da Concordata de 2004 ainda não foram todas atadas e um dos aspectos por resolver é a definição clara de que são imóveis ligados ao culto e, portanto, isentos de IMI”.

No que respeita às igrejas, capelas, basílicas ou santuários não há dívidas. No entanto, o mesmo não acontece com residências e centros paroquiais, casas de retiros ou centro de formação e catequese. Ou seja, desde 2004 a Conferência Episcopal mantém um litígio com a Autoridade Tributária que levou os bispos a não divulgarem publicamente as contas do Santuário de Fátima.

De recordar que 70% das receitas são dos donativos dos fiéis que estão isentos de impostos. Segundo um relatório de contas de 2005, o Santuário arrecadou 17,2 milhões. Só em esmolas 9,3 milhões.

Leia também: A revolução na TVI começa este domingo. Saiba o que vai acontecer

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

ATV News