fbpx
Geral

Beatriz Lebre foi encontrada desfigurada com marcas de violência

Facebook

O corpo de Beatriz Lebre foi encontrado esta sexta-feira, no rio Tejo, em Lisboa. A jovem, que foi assassinada por um colega de curso, estava desfigurada, fruto de agressões bárbaras na face e cabeça e do efeito da água. 

A informação é avançada pelo Correio da Manhã que dá conta que a estudante tinha ainda hematomas nos pulsos, indiciando marcas defensivas e também nas pernas. Ruben Couto lançou o corpo ao rio Tejo, depois de matar a jovem, na madrugada de sexta para sábado, e o corpo foi arrastado pela corrente 3 km.

A mesma publicação dá conta que Beatriz foi encontrada descalça, mas tinha ainda o vestido bege com padrões, que foi identificado no local por familiares próximos. A confirmação da identidade, para efeitos de processo judicial, será feita através da dentição, isto porque a jovem tinha retirado o aparelho dentário há pouco dias.

Os resultados da autópsia só sairão a partir de segunda-feira. De recordar que Rúben foi detido por homicídio qualificado e profanação de cadáver.

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News