fbpx
Famosos

Yannick Djaló fala sobre “divórcio fictício” com Luciana Abreu: “Eu achei muito estranho, mas aceitei…”

Yannick Djalo, Luciana Abreu

Yannick Djaló revelou mais detalhes sobre o divórcio com Luciana Abreu.

Yannick Djaló tem a sua cada da Moita à venda em leilão, depois da penhora exercida por Luciana Abreu, devido à alegada falta de pagamento da pensão de alimentos das duas filhas do casal.

“A Luciana pede 2200 euros por mês por cada filha e isso é um valor que não consigo suportar. Estou desempregado desde 2017. Em tribunal tentei provar que fiz inúmeras transferências, de mais de 100 mil € enquanto joguei fora, até ao final de 2016, mas isso não foi tido em conta, porque não foram transferências mensais fixas”, disse na altura em declarações ao CM.

Agora, Yannick Djaló voltou a dar mais detalhes e ainda revelou que em 2013 quando assinou o divórcio foi um acordo “fictício”, porque continuou com a apresentadora da SIC.  “O que se passou foi que eu tive um problema com um carro: vendi-o, mas o valor da dívida nunca foi liquidado pela credora”, começou por dizer à Vidas.

“Na altura, até a situação ficar resolvida, a Luciana achou que devíamos divorciar-nos para não lhe penhorarem o ordenado na SIC. Eu achei muito estranho porque na altura tinha contrato com o Benfica e nunca iam penhorá-la a ela, mas aceitei. No documento, o advogado pôs lá que o valor da pensão de alimentos seria de 2200 euros por cada filha. Eu não me opus porque aquilo era tudo fictício. Mas afinal, quando nos separámos, no final de 2016, ela exigiu esse dinheiro”, acrescentou.

Leia também: Após divórcio, Luciana Abreu reencontra-se com Daniel Souza no tribunal

1 Comentário

Clique aqui para comentar

  • A Luciana não passa de uma oportunista. Ela não faz isso pelas filhas, e sim por ela. Porque ela não presta. Porque é sem dúvidas uma interesseira. Mas é uma aprendizagem para todos

ATV News

<>