fbpx
Famosos

Toy sobre idas à televisão: “Por amor de Deus, paguem-me alguma coisa”

Toy

Este ano prometia ser fantástico para Toy. O cantor tinha 130 concertos fechados para 2020 e todos foram cancelados ou adiados devido à pandemia da Covid-19.

Depois de perceber que este ano não conseguia ir para a estrada, o cantor, de 57 anos, não demorou muito a reinventar-se. Nos últimos meses, Toy tem estado em todo o lado: programas da manhã ou da tarde, ou até a comentar o Big Brother.

Quando percebi que o meu destino não era enriquecer, vi que tinha de rever toda a minha vida. A possibilidade de escrever, produzir, de já ser uma figura conhecida na televisão, fez com que comunicasse com toda a gente e dissesse que estava disponível para fazer outras coisas”, começa por afirmar Toy à revista TV Guia.

Sempre que é contactado, raramente diz que não. O cantor afirma que sempre atuou na TV “pro bono”, mas com a pandemia tudo mudou. “Sempre estive disponível, fui sempre uma pessoa normal. O facto de não ter tiques de vedeta foi vantajoso, porque as pessoas estão à vontade comigo e eu também estou à vontade para lhes dizer que, se fazia coisas gratuitamente, agora não tenho trabalho”, confessa.

E remata: “Por isso, por amor de Deus, paguem-me alguma coisa, pelo menos as despesas…

Tags
Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News