Famosos

Saúl, Zé Maria ou Filipa Azevedo. O drama de quem teve de começar tudo de novo

Muitos são aqueles que recorrem à televisão não só para ganharem fama, mas para conseguirem dar um novo rumo à vida pessoal e até profissional. Uns conseguem, outros não. Há histórias para todos os gostos e feitios, mas vamos recordar alguns daqueles que, depois do estrelato, viriam a atravessar períodos bastante conturbados.

Quem não se lembra, por exemplo, de Zé Maria, o vencedor do primeiro ‘Big Brother’ da TVI, no início do século XXI. A novidade daquele formato deu ao canal de Queluz de Baixo muitos telespectadores que se deixaram encantar pelo alentejano que se entretinha a cuidar das galinhas da casa. Venceu um prémio correspondente a 100 mil euros, mas a dificuldade em lidar com o sucesso foi grande.

Na sequência do ‘reality-show’, Zé Maria montou alguns negócios que não viriam a revelar-se muito proveitosos. O insucesso a nível profissional, assim como o facto de não estar habituado a lidar com a fama, motivou no ex-concorrente um estado depressivo que o levou a submeter-se aos cuidados de uma clínica psiquiátrica.

Também a Saúl Ricardo, o menino que cantava “O Bacalhau Quer Alho”, a vida pregou algumas partidas. Graças aos muitos espetáculos que deu durante a década de 1990, ainda antes de entrar na adolescência, amealhou várias milhões de euros, na conversão para a moeda atual. No entanto, os pais não souberam gerir a fortuna. Viciaram-se no jogo e gastaram tudo o que o jovem tinha ganho. Quando este fez 18 anos, soube que tinha apenas 14 euros na conta. A depressão tomou conta dele e chegou mesmo a pensar no suicídio.

Filipa Azevedo é outro exemplo de que a fama pode muitas vezes ser efémera. A cantora começou por vencer o programa Família Superstar, da SIC, e mais tarde viria a carimbar o passaporte para a Eurovisão, depois de ter ganho o Festival da Canção.

No entanto, o facto de ter representado Portugal de nada lhe valeu na sua carreira profissional. As dificuldades para singrar no mundo da música foram muitas e chegou a ser vista a atuar nas ruas do Porto, ao invés dos grandes palcos que tanto ambicionava. As imagens foram partilhadas no Facebook de Augusto Madureira, jornalista da SIC e compositor da música que levou ao palco na Eurovisão.

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita.Apple Store Download Google Play Download

ATV News