Famosos RTP

Salvador Sobral aceita fazer dueto com Conan Osíris

O disco de Salvador Sobral, ‘Paris Lisboa’, vai ser lançado na próxima semana, dia 29 de março. O tão esperado álbum já foi apresentado à imprensa, num evento que reuniu também amigos do cantor.

No programa ‘Prova Oral’, da rádio Antena 3, Salvador falou sobre os seus amigos e o trabalho que desenvolveu ao longo deste tempo: “O disco está cheio de amigos a participar. É das coisas melhor que me trouxe a Eurovisão é eu poder contratar os amigos e pagar“.

O artista revelou ainda que foi a mãe quem preparou o catering para a apresentação do CD aos jornalistas com comida típica dos dois países referidos no álbum.

O disco que é uma homenagem ao ‘Paris, Texas’, é também fruto de uma grande ligação a Paris, uma vez que esteve sempre dividido entre a cidade francesa e Portugal, não fosse a sua namorada de Paris.

Sobre a sua cara metade, com quem casou no ano passado, Salvador Sobral deu a conhecer mais sobre o início da relação: “Isso já não é para a prova oral, é para a prova privada. Eu depois conto“. Logo, a seguir o artista brincou: “Foi no Tinder, o gajo que não tem smartphone”.

Salvador revelou ainda, na entrevista, que a sua conta do Instagram foi “hackeada por uns turcos”. “Foi uma coisa localizada e eles sabiam a quem estava a atacar. Ao que parece eles estão a pedir um resgate virtual“, explicou, confessando que não tem conta pessoal nas redes sociais, apenas a de artista gerida pela manager.

Na conversa também houve espaço para falarem de Conan Osíris, cantor que vai representar Portugal na próxima edição da Eurovisão, em Israel. O tema central foi a agitação que paira em torno do festival, uma vez que são muitos os que estão a apelar o boicote ao evento.

É preciso ter muita mais coragem para não ir do que para ir e ganhar. Acho que ele pode ganhar. Tem aquele factor estranho, impacto, factor choque… mais o bailarino. O problema é se há um gajo mais estranho do que ele. As coisas estranhas é que ganham. Na altura eu também era estranho para aquelas pessoas. Era diferente. O diferente é o que ganha ali, o que destaca”, confessou. 

Uma das questões deixadas pelos ouvintes foi se Salvador aceitaria fazer um dueto com Conan Osíris. Salvador não hesitou: “Faço um dueto com qualquer pessoa se a canção me disser alguma coisa, se é verdadeira, genuína, honesta”.

ATV News