miriam freeland roberto bomtempo

Roberto Bomtempo e Miriam Freeland: "Sempre nos sentimos em casa em Portugal"

05 Janeiro 2021
Adicionar comentário

Roberto Bomtempo e Miriam Freeland, atores consagrados de inúmeras novelas brasileiras, estão a viver em Portugal. Em entrevista exclusiva ‘A Televisão’, o casal mostrou-se entusiasmado por estar cá a viver e prepara-se agora para novos desafios profissionais.

Roberto Bomtempo e Miriam Freeland, antes de mais, muito bem-vindos! Mudaram-se para cá em novembro deste ano. Porquê Portugal?

Roberto Bomtempo: Obrigado. HÁ muito tempo que planeamos morar em Portugal. Frequento o país desde 1992. Já vim muito para passear e também com projetos de teatro. Aprendi a gostar dos hábitos e costumes portugueses. E principalmente, a forma como sempre fui recebido aqui. Sempre me senti em casa em Portugal.

Miriam Freeland: Este é um desejo nosso antigo! Depois de viver 7 meses em Londres em 2013, passamos cá 1 mês e desde aí, estamos a organizar esta vinda. Um desejo de trocar, explorar um pouco mais a relação histórica entre Brasil e Portugal. Acreditamos muito que esse intercambio pode ser muito produtivo, além de prazeroso, claro!

Antes de se mudarem para cá em definitivo, vinham muito a Portugal de férias?

Miriam Freeland: Sim. Já há algum tempo que Portugal é um destino. E já com esse olhar de um dia, passar um tempo mais longo!

roberto bomtempo 2

Vieram para cá com os vossos dois filhos. Como é que está a ser a experiência? O que é que eles estão a achar do país?

Roberto Bomtempo: Poder dar oportunidade aos filhos de viver num país mais calmo e seguro do que o Brasil é um alento para qualquer pai e mãe. Apresentar-lhes a rica cultura é com certeza um ganho incrível nas suas formações.

Miriam Freeland: Estão se a adaptar muito bem. Melhor e mais rapidamente, do que esperava! Acreditamos muito ser um privilégio mostrar o mundo e a riqueza de cada lugar que passamos. Enriquecer culturalmente com uma experiência destas é uma oportunidade de contribuir com a formação deles como seres humanos!

Artigo seguinte
Adicionar comentário