fbpx
Famosos

Ricardo Martins Pereira comenta polémica da Prozis e defende: “Tem todo o direito de expressar como entender…”

Ricardo Martins Pereira
Ricardo Martins Pereira/Instagram

Ricardo Martins Pereira usou as redes sociais para comentar a polémica declaração do fundador da Prozis.

A Prozis está “debaixo de fogo” das redes sociais desde o início da semana pela opinião do seu fundador, Miguel Milhão, que se revelou a favor do fim do aborto legal nos Estados Unidos da América. O tema tem motivado várias reações de personalidades e muitas delas cancelaram a sua parceria com a marca de nutrição desportiva, como é o caso do Jessica Athayde, Diana Monteiro ou Marta Melro.

Ricardo Martins Pereira, mais conhecido como ‘O Arrumadinho’, acabou por utilizar a sua conta de Instagram para se pronunciar sobre a onda de indignação que se tem levantado a favor do ponto de vista defendido pelo fundador da Prozis.

“Até esta semana, nunca tinha ouvido falar do Miguel Milhão. Discordo de praticamente tudo o que Miguel Milhão disse ao longo da última semana sobre o aborto. Sempre fui e sempre serei a favor do aborto medicamente assistido até às 12 semanas. Sempre fui e sempre serei pela liberdade de decisão da mulher. Não me incomoda rigorosamente nada a opinião do Miguel Milhão sobre o aborto. Acho que tem todo o direito de se expressar como entender, em que plataforma entender e da forma que entender sobre qualquer assunto”, começou por escrever.

“Acho que o facto de alguém ter uma opinião contrária à nossa não nos dá o direito de ofender ou rebaixar essa mesma pessoa, dá-nos, sim, o direito de expressar a nossa opinião sobre a opinião dos outros, de forma civilizada e elevada […] Tenho o máximo de respeito por todos os empreendedores e todas as pessoas que constroem os seus próprios negócios, seja em que área for. E respeito da mesma forma os que têm enorme sucesso e os que se espalham ao comprido”, afirmou ainda.

“Lutarei sempre para que todos possamos continuar a expressar-nos livremente seja sobre o que for, desde que o façamos sem intenção de magoar, destruir ou denegrir outra pessoa. Naturalmente que nos últimos dias formei a minha opinião sobre Miguel Milhão. Mas eu não faço julgamentos sobre pessoas que não conheço. Não tenho de o fazer, não o quero fazer e prefiro não o fazer”, finalizou Ricardo Martins Pereira.

Ora veja:

Leia também: Ricardo Martins Pereira afirma: “Convivi com uma pessoa destruída por causa de uma suposta piada…”

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

Adicionar Comentário

Clique aqui para comentar

ATV News

<>