fbpx
Famosos

Situação gravíssima! Ricardo Martins Pereira relata episódio de bullying com jovem de 10 anos

Ricardo Martins Pereira, A Pipoca Mais Doce
Instagram

Ricardo Martins Pereira denunciou um caso de bullying ocorrido com um menino de apenas 10 anos de idade, em Oeiras, durante um jogo de futebol. A criança recebeu vários insultos como “gordo” e “deficiente”.

Conhecido como o Arrumadinho, Ricardo Martins Pereira, ex-marido da Pipoca Mais Doce, revelou que uma criança de 10 anos foi vítima de bullying durante um jogo de futebo, em Oeiras. Após insultos como “gordo” ou “deficiente“, decidiu abandonar o desafio e fechou-se em casa durante uma semana.

O miúdo não conseguiu gerir os insultos, que muito provavelmente vinham também de adultos. Acabou por sair do campo com a mãe. Decidiu que nunca mais iria jogar futebol“, relatou através da secção de Instastories.

Leia aqui:

«Há dias, uma criança de 10 anos ia a entrar num jogo de futebol, em Oeiras, quando começou a ouvir os adeptos adversários a chamarem-lhe ‘gordo’ e ‘deficiente’. O miúdo não conseguiu gerir os insultos, que muito provavelmente vinham também de adultos. Acabou por sair do campo com a mãe. Decidiu que nunca mais iria jogar futebol.

Os colegas fizeram-lhe um vídeo de apoio a pedir para que voltasse à equipa. O rapaz ficou fechado uma semana em casa, muito perturbado com a situação. O caso foi, entretanto, exposto à associação de futebol de Lisboa.

O bullying é uma situação gravíssima, que pode ter consequências muito sérias na vida de crianças, adolescentes e adultos. É hora de agir. A responsabilidade é unicamente nossa, e não podemos ficar calados.

Já entrei em contacto com o clube onde joga a criança vítima de bullying e vou procurar fazer-lhe chegar algo que tenho a certeza de que o irá deixar muito feliz. É importante que os outros miúdos entendam que o herói não é quem agride, mas sim que age, quem denuncia, quem combate os agressores e quem se coloca ao lado dos agredidos.

E é também fundamental que os adultos entendam que vivemos tempos em que ninguém tem o direito de afetar a saúde física ou mental de outra pessoa. Muito menos de forma gratuita, apenas como demonstração de poder sobre alguém menos popular.

É isso que fazem os bullies, os cobardes, os que se acham intocáveis e acima dos outros e das leis. Lutarei sempre contra esses cobardes e bullies. A toxicidade gera toxicidade. A amabilidade gera amabilidade. Sejamos amáveis e não bullies.

Se quiserem fazer parte daqueles que lutam contra o bullying, o cyberbully, o bully laboral, emocional, conjugal, pode juntar-se à No Bully Portugal, uma associação sem fins lucrativos que procura ajudar vítimas a sensibilizar toda a gente contra o bullying

Eu juntei-me há dias e espero poder usar o meu alcance para ajudar a passar a mensagem simples que a No Bully Portugal tem nas t-shirts. Be Kind. Custa o mesmo sermos amáveis com os outros ou uns idiotas. A escolha é nossa.» (Ricardo Martins Pereira)

Leia também: Sara Veloso declara-se a Ricardo Martins Pereira: “Não sei como aconteceu…”

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

1 Comentário

Clique aqui para comentar

ATV News