fbpx
Famosos

Príncipes Wiliam e Harry acusados de transações ilegais para instituições de caridade

William-Harry
© DR

Wiliam e Harry estão a ser acusados de fazer transferências ilegais para instituições de caridade.

O jornal “The Sun” afirma que em causa estão 330 mil euros referentes a uma transferência que veio da Royal Fundation e que tinha como destinatário a Sussex Royal, instituição de caridade de Meghan e Harry.

Graham Smith, membro de grupos anti-monárquicos, está a exigir que as transferências sejam investigadas.

“O principal objetivo das doações parece ser apoiar o irmão do patrono… A Royal Fundation perdeu quase 330 mil euros para os projetos de Harry. A própria instituição de Harry está encerrada e ele parece estar a levar o dinheiro da instituição consigo. Não vejo como é que isso não viola as leis da caridade”, afirmou.

A equipa jurídica do príncipe Harry considera as acusações “falsas, profundamente ofensivas e criadas de uma maneira desdenhosa”.

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News