Famosos

Polémica! Príncipe Carlos envolvido em falsificação de obras de arte

Getty Images

O Príncipe Carlos inaugurou esta terça-feira o Festival Gilpin 20, em honra do local onde nasceu o turismo britânico. O membro da casa real surgiu em público, alheio ao escândalo de falsificações em que está envolvido.

Toda a polémica surgiu depois das revelações feitas pelo pintor americano, Tony Tetro, especialista em falsificações. Preso por vários crimes de falsificação ocorridos em 1993, afirma ter sido o autor de pinturas falsificadas presentes numa propriedade do Príncipe de Gales.

Segundo Tetro contou ao Daily Mail, as obras presentes na Dumfries House são falsificações de obras de Monet, Picasso e Dalí. Estas estão avaliadas em mais de 100 milhões de dólares e foram emprestadas à fundação do Príncipe Carlos pelo empresário James Stunt.

O escândalo acaba por envolver indiretamente o filho da rainha Isabel II. No entanto, este nada tem a ver com a verificação da autenticidade destas obras.

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News