fbpx
Famosos

Petição contra Joacine já soma mais de 15 mil assinaturas. Deputada já reagiu

Joacine Petição Contra Joacine Já Soma Mais De 15 Mil Assinaturas. Deputada Já Reagiu
Instagram

A eleição de Joacine Katar Moreira para a Assembleia da república, representando o partido Livre, está a dar muito que falar e muitas são as críticas à deputada.

Circula atualmente na Internet uma petição online a solicitar que a deputada eleita não tome posse no cargo por ter tido um “comportamento antipatriótico”, pode ler-se na petição.

Esta situação deve-se ao facto de Joacine ter comemorado a eleição fazendo-se acompanhar de uma bandeira do seu país de origem, Guiné-Bissau.

“Não se percebe por que a recente eleita senhora deputada Joacine Katar Moreira, de forma direta, deixou que nos festejos da sua eleição fosse exibida a bandeira da Guiné-Bissau. O Art. 12º [da Constituição da República Portuguesa] na primeira alínea refere que: ‘Todos os cidadãos gozam dos direitos e estão sujeitos aos deveres consignados na Constituição’. Ora, o comportamento da suposta cidadã, Joacine Katar Moreira, fica novamente em causa por se verificar um comportamento antipatriótico com o ato descrito anteriormente”, lê-se no texto que acompanha a dita petição.

Os autores do documento acusam-na de “em vídeos disponibilizados na internet, afirmar claramente e incentivar a que os cidadãos de outras etnias e minorias não tenham de respeitar os valores, direitos, garantias e liberdades inscritos na nossa Constituição”.

Joacine já veio a público defender-se destas acusações e ataques: “Gente que de repente sonha com a minha desistência do cargo de deputada a quatro dias depois das eleições, acreditando que infernizando a minha vida, não contribuindo em nada e minando tudo, ou então assinando petições, escutem: isto sempre foi uma guerra para pessoas como eu”, revelou através da sua página de Twitter.

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

7 Comentários

Clique aqui para comentar

    • Que va para o pais dela. Ainda por cima faz_se passar por falsa gaga para se vitimizar como se a gagues fosse uma coisa do outro mundo. Eu tambem sou e nunca precisei de me fazer de victima para ganhar ums minutos de tempo de antena

  • Preto, Branco, Azul, Vermelho, Homem, Mulher, Hetero, Homo, Bi, Tri… que importa desde que não incomodem os outros?
    Se ela tem problemas em ser negra ou preta ou gaga é problema dela, não pago impostos para ela vir para o Parlamento filosofar sobre dilemas pessoais!
    Se ela alguma vez se der ao trabalho de ler a Constituição Portuguesa talvez perceba que Portugal não é Guiné!

ATV News