Famosos

Perigo de atentado! Casamento de Felipe e Letizia esteve sob ameaça

A dois dias de celebrar 15 anos desde o casamento real espanhol entre Felipe e Letizia Ortiz eis que é revelado um episódio que quase pôs em causa a segurança do casamento, que se realizou a 22 de maio de 2004.

Num país com histórico de atentados terroristas, a segurança real foi reforçada, tendo custado sete milhões de euros por mais de 20 mil agentes, mas ainda assim houve um perigo que ia dando cabo da cerimónia. Juan Carlos, rei espanhol na altura, teve conhecimento da situação, mas não disse nada ao novo, Felipe. O segredo é agora revelado pelo antigo ministro da defesa espanhola, José Bono.

A ameaça terrorista ganhou forma após terem sido roubados “vários ultra-leves”, que fizeram soar os alarmes em Madrid pelas 17h50. Espanha tinha acabado de chorar a morte de 193 pessoas nos atentados ao metro de Madrid e tudo era temido, tendo havido até a suspensão do Tratado de Schengen, que impedia a livre circulação de pessoas entre países subscritores do tratado.

A situação relatada ao El Confidencial foi acompanhada em permanência quer pelo ministro da defesa, quer pelo ministro do Interior, quer pelo presidente do governo, Rodríguez Zapatero e pelo próprio secretário de estado da Seguranço. “O rei Juan Carlos também estava informado da situação”, mas “o príncipe Felipe não”.

O susto acabou por, aparantemente, ser um um falso alarme, tal como foi comunicado oficialmente, no entanto, o segredo de Estado e a necessidade de obediência a ele não permite que a história seja completamente esclarecida.

ATV News