A Entrevista Famosos Rubricas

Pedro Sousa integra elenco da nova novela da TVI: “Estou feliz com este novo desafio”

Ator de profissão, Pedro Sousa nunca deixou de lado o surf: a sua grande paixão. Na novela Nazaré – atualmente em exibição na SIC – juntou os dois mundos com a personagem Matias. Agora decidiu ‘mudar de praia’ e estrear-se-à, em breve, na ficção da TVI.

A Televisão – A primeira aparição do Pedro enquanto ator deu-se há, mais ou menos, 8 anos em Morangos com Açúcar. O gosto pelo mundo da representação nasceu na série ou já existia antes?
A primeira aparição pública foi nos Morangos, mas o meu primeiro projeto foi o filme Deste lado da Ressurreição de Joaquim Sapinho. Foi a minha primeira experiência! Mas na verdade só me apercebi que queria desenvolver mais conhecimento pela área, depois de duas peças de teatro que fiz, no Teatro Esfera, em Queluz, a convite de um amigo meu que é actor, o Frederico Barata. Aí sim, comecei a ter curiosidade e a sentir o gosto pela representação. Ler um texto e transformá-lo em algo com vida, era um desafio e foi o que me fez inscrever no curso de actores da ACT.

“(Sol de Inverno) apareceu numa fase em que eu quase que tinha desistido”

Desde 2011 já integrou o elenco de alguns produtos de ficção em Portugal mas há quem ainda o recorde muito enquanto Salvador na novela Sol de Inverno. Que recordações guarda desta projeto da SIC?
Guardo imensas recordações. Apareceu numa fase em que eu quase que tinha desistido e fui morar para Londres. Foi o projeto que me “empurrou” para tudo o que me tem acontecido, desde então.

É costume os atores guardarem um ou outro objeto pertencentes às personagens a quem dão vida. O Pedro também o faz? Que objetos guardou?
Também o faço. No Sol de Inverno, guardei um fato de Surf. Na Rainha das Flores, guardei umas calças. Na Paixão trouxe um fato do Tomás Marreiros, que já usei em vários eventos. Na Nazaré, guardei uma camisola do Matias.

Atualmente podemos vê-lo como Matias na novela Nazaré. Como é que está a ser integrar uma novela de tanto sucesso? E o que podemos esperar da sua personagem no futuro?
Neste momento já acabaram as gravações, e ninguém esperava o sucesso que a novela está a ter. Quando os actores se entregam a um papel, entregam-se sem pensar muito se a novela vai ter sucesso ou não. O prazer que temos ninguém nos tira. Quanto à personagem Matias, podemos esperar uma mudança. Não posso revelar muito mais.

O Pedro até chegou a fazer do surf um instrumento para ajudar instituições de solidariedade, certo? Há alguma história, dessa experiência, que o tenha marcado de forma especial?
Qualquer aula de Surf que eu dou na Casa dos Rapazes é sempre marcante. Pôr um sorriso na cara das crianças que não costumam sorrir, para mim é uma experiência muito gratificante. Não tenho nenhuma história em particular que possa contar, mas a verdade é que o melhor de tudo isto é quebrar barreiras e fazer as crianças felizes.

“Senti necessidade de (…) motivar outras crianças a brincarem de maneira saudável, na rua, sem tablets.”

Na Onda do Pedro poderia, portanto, ser o nome de uma biografia sua. Mas trata-se de um livro infantil, lançado por si, para promover estilos de vida saudáveis no que diz respeito ao contacto com o Mar e a Natureza, certo? Como é que nasceu esta ideia e como está a ser o feedback das crianças, jovens, pais, professores….?
A ideia nasceu basicamente porque um dia estava na casa da minha mãe, e comecei a ouvir muito barulho e fui espreitar à varanda, e estavam uns miúdos a brincar com bolas, skates, bicicletas. Há muito tempo que não via miúdos a brincar como eu brincava, de forma tão natural, tão saudável. E senti necessidade de partilhar essa experiência, e motivar outras crianças a brincarem de maneira saudável, na rua, sem tablets. Esta ideia foi canalizada para um livro e o feedback foi bom! Fui a várias escolas e fui super bem recebido.

Assumidamente amante de viagens o Pedro foi um dos rostos que aceitou o desafio da SIC para partir “à descoberta”. Como é que foi viver a experiência de conhecer a fundo a riqueza (e a pobreza) da costa Moçambicana?
Agradeço do fundo do coração o convite da parte da Sandra Duarte Cardoso e da SIC. Quando o recebi nem hesitei um segundo! Nem sabia para onde ia. Quando soube que ia para Moçambique, fiquei muito feliz. Deparei-me com uma realidade paralela, uma cultura muito intensa, muito profunda. Mesmo com todas as dificuldades pelas quais têm passado, o povo Moçambicano é muito simpático e tem uma energia contagiante! Todos nós deveríamos, em algum momento da nossa vida, viver uma experiência deste tipo. A riqueza espiritual que se sente nestes países é algo inexplicável.

O povo diz que há três coisas que um homem deve fazer: plantar uma árvore, ter um filho e escrever um livro. E para o Pedro, o que ainda falta fazer? Note-se que já fez surf, já escreveu o livro, já viajou muito, faz novelas, fez cinema….
Um filho não tive ainda (que eu saiba) (risos)
Plantar uma árvore, já plantei. Ainda me faltas tantas outras! Essas são apenas uma das três coisas no meio de tantas outras que um homem deve fazer. Enquanto estiver vivo, tenho uma vasta lista de coisas por fazer e vou tentar fazer o máximo que conseguir! Ainda quero fazer tanta coisa, viajar muito mais, trabalhar fora de Portugal, são só mais duas no meio de tantas!

“Estou feliz com este novo desafio”

Depois de ter dado vida a várias personagens nas novelas da SIC, o Pedro prepara-se para agarrar um novo projeto mas na TVI. A que se deve a mudança? Vai integrar a ficção do canal em breve?
Estou a gravar a nova novela da TVI. O projecto pareceu-me interessante e o personagem muito giro por isso não tinha como dizer que não. Estou feliz com este novo desafio.

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita.Apple Store Download Google Play Download

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

ATV News