fbpx
Famosos

Paulo Azevedo conta o que disse a mãe quando o viu pela primeira vez: “Podia ser pior…”

Paulo Azevedo
Instagram

Paulo Azevedo esteve no programa ‘What’s Up!’ de Carolina Patrocínio e falou sobre as mulheres da sua vida.

Esta sexta-feira, dia 11 de março, Paulo Azevedo esteve no programa ‘What’s Up!’ de Carolina Patrocínio, onde falou sobre as mulheres da sua vida.

“A minha primeira heroína foi a mãe. Estava grávida de mim com 16 anos, era uma menina. Não havia ecografias. Nasci com oito meses e comparo o meu nascimento com um tremendo murro no estômago, é o impacto que eu tenho a certeza que a minha mãe sentiu naquele dia”, começou por dizer.

“Quando os médicos lhe disseram ‘o teu bebé é diferente’, ela teve a coragem de abrir aquele cobertor azul no qual eu vinha embrulhado e dizer a frase que me caracteriza e que eu uso todos os dias: ‘Podia ser pior'”, acrescentou.

No entanto a figura pública afirmou: “Mas a paixão da minha vida é a minha filha. Uma paixão que eu não sabia que podia existir”.

Paulo ensinou sempre aos filhos para serem donos das próprias decisões e arriscarem. “Por exemplo, numa festa de anos, a minha filha com dois anos e já se calçava sozinha e vestia-se sozinha. Os outros pais achavam estranho. Eles adaptaram-se à necessidade de algumas coisas que eu não podia fazer. É isso que lhe tento transmitir: ela tem de ser dona das próprias decisões e arriscar. É isso que transmito aos meus dois filhos: não ter medo de ir atrás dos sonhos independentemente das vezes que falhem e isso é dar coragem”, concluiu.

Leia também: Paulo Azevedo confessa: “Muitas vezes perguntam-me se consigo ter relações sexuais…”

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

Adicionar Comentário

Clique aqui para comentar

ATV News

<>