Famosos

Patrícia Mamona revela ter sido vítima de racismo em discoteca lisboeta

Nesta madrugada, Patrícia Mamona recorreu às redes sociais para fazer uma denúncia. A atleta, de 29 anos contou ter sido vítima de racismo, quando tentou entrar na discoteca LUX, em Lisboa e lhe foi negada a sua entrada por alegadamente “não se enquadrar no perfil” da discoteca.

Enquanto estiveram à entrada do espaço de diversão noturno, ela e os amigos viram outras pessoas entrarem no espaço de chinelos e sem convite.

«Quando vês pessoal a entrar de chinelos e sem convite mas (ya vou ser simpática) te tratam de maneira diferente porque tu e os teus black friends bem vestidos e tal não se enquadram ao perfil da LUX (edited) triste mas acontece! Enfim….bye 😔 NEXTTT», escreveu Patrícia Mamona, acompanhada de uma fotografia da entrada da discoteca.

Alguns dos seguidores da atleta contaram que também tiveram experiências semelhantes, mas não se trata de racismo mas sim de “seleção ao acaso”, não havendo motivo especial para isso. Em resposta, Patrícia contou que a justificação dos seguranças para o grupo não entrar se devia a um “feeling”.

«Eu sou a primeira pessoa a dizer que há muito pessoal que tem a mania de usar a carta do racismo para tudo o que acontece de mal… mas quando começas a ver o pessoal a entrar…ui! Não pode… ainda se estivéssemos mal vestidos… até percebia. Mas nem foi o caso… aliás, o que me foi dito é que foi um feeling, disseram-me isto, foi um feeling… não nos estavam a sentir», acrescentou a atleta.

O Lux Frágil garantiu que está a averiguar o que aconteceu e vai explicar a situação esta tarde.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of