Famosos Música

O mistério em torno do desaparecimento de Zé do Pipo continua. Família está em dificuldades

Há três meses que ninguém sabe do paradeiro do músico Nuno Batista, Zé do Pipo para o mundo artístico. Sem notícias, a família está descrente no seu regresso, acreditando mesmo, como chegou a dizer a mãe do músico a Manuel Luís Goucha, que ele possa estar morto.

Sem que ninguém tenha certezas sobre o que aconteceu, nos últimos dias surgiu uma nova teoria para o desaparecimento de Nuno Baptista. De acordo com o Correio da Manhã, está em cima da mesa a possibilidade do músico ter fugido com uma das suas dançarinas, neste caso uma “Piponete” de origem brasileira.

Com o processo parado, devido à ausência de parecer do procurador do Ministério Público do Tribunal de Peniche relativo à análise de todas as operações bancárias de Zé do Pipo, as autoridades policiais não têm trabalhado no caso do desaparecimento de Zé do Pipo. Segundo avançou o comandante Vasco Toledo Cristo, da Capitania do Porto de Peniche, ao Correio da Manhã “é o Ministério Público quem decide as diligências” e quem “determina o que cada órgão de polícia vai fazer”.

Os parcos avanços na investigação policial e a situação profissional da mulher do músico, fizeram com que Celeste, a esposa e mãe dos dois filhos de Nuno Batista, colocasse alguns dos bens do casal à venda. A mulher está desempregada e sem nenhum rendimento vê-se agora a braços com a necessidade de se sustentar, bem como aos menores.

Da lista dos bens já vendidos destacam-se o computador portátil do músico, que necessitou de formatar para vender, e ainda um dos carros da família, aquele que alegadamente foi utilizado por Zé do Pipo no dia do desaparecimento.

À revista TV 7 Dias , João Carlos Costa, amigo da família, destaca que os últimos meses têm sido difíceis de ultrapassar.

Com duas casas para pagar e dois filhos para sustentar, o amigo conta que “Ela quer encontrar trabalho e quer garantir o sustento dos filhos dela. Ela fazia pequenas recuperações de móveis, mas não tem um sustento mensal que permita fazer frente às dificuldades imensas que vai ter agora. Ela é a pessoa que mais perde com o desaparecimento do Nuno. É assim que a tenho visto, com dificuldades. Tem de vender o carro, tem de passar para uma zona completamente desconfortável. Se todos os meses tinha o marido, que lhe trazia um rendimento fixo, que já devia ser bom, agora ela fica completamente desprotegida. Ela está desesperada”.

Os próprios pais do músico, Carlos e Rosa, confirmam o mesmo cenário, garantindo que estão disponíveis para ajudar a nora. “Ela está muito aflita, mas estamos cá nós e os pais dela para ajudar. Nós também somos humildes, mas planeamos as coisas mês a mês. Assim as coisas vão-se fazendo e ela sabe que pode contar connosco”, dizem à revista semanal.

Confrontada pela revista TV 7 Dias, Celeste confirma a situação pela qual está a passar e revela que a sua maior preocupação são os filhos, estando, até, o mais velho a viver com os avós.

Entretanto, e com o caso do seu desaparecimento a correr boca a boca, João Carlos Costa, conta à TV 7 Dias que muitos têm sido os avistamentos, pelo menos, têm-lhe chegado vários relatos de pessoas que garantem ter visto o músico ora no estrangeiro, ora em Portugal.

Certo é que sem corpo e sem sinais de grandes avanços nas operações policiais, estão em cima da mesa teorias de toda a ordem, com destaque para: suicídio, homicídio, fuga por supostas dívidas, fuga solitária, fuga com uma das suas dançarinas ou fuga com um cúmplice.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

ATV News


Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close