Famosos Música

O mistério em torno do desaparecimento de Zé do Pipo continua. Família está em dificuldades

Há três meses que ninguém sabe do paradeiro do músico Nuno Batista, Zé do Pipo para o mundo artístico. Sem notícias, a família está descrente no seu regresso, acreditando mesmo, como chegou a dizer a mãe do músico a Manuel Luís Goucha, que ele possa estar morto.

Sem que ninguém tenha certezas sobre o que aconteceu, nos últimos dias surgiu uma nova teoria para o desaparecimento de Nuno Baptista. De acordo com o Correio da Manhã, está em cima da mesa a possibilidade do músico ter fugido com uma das suas dançarinas, neste caso uma “Piponete” de origem brasileira.

Com o processo parado, devido à ausência de parecer do procurador do Ministério Público do Tribunal de Peniche relativo à análise de todas as operações bancárias de Zé do Pipo, as autoridades policiais não têm trabalhado no caso do desaparecimento de Zé do Pipo. Segundo avançou o comandante Vasco Toledo Cristo, da Capitania do Porto de Peniche, ao Correio da Manhã “é o Ministério Público quem decide as diligências” e quem “determina o que cada órgão de polícia vai fazer”.

Os parcos avanços na investigação policial e a situação profissional da mulher do músico, fizeram com que Celeste, a esposa e mãe dos dois filhos de Nuno Batista, colocasse alguns dos bens do casal à venda. A mulher está desempregada e sem nenhum rendimento vê-se agora a braços com a necessidade de se sustentar, bem como aos menores.

Da lista dos bens já vendidos destacam-se o computador portátil do músico, que necessitou de formatar para vender, e ainda um dos carros da família, aquele que alegadamente foi utilizado por Zé do Pipo no dia do desaparecimento.

À revista TV 7 Dias , João Carlos Costa, amigo da família, destaca que os últimos meses têm sido difíceis de ultrapassar.

Com duas casas para pagar e dois filhos para sustentar, o amigo conta que “Ela quer encontrar trabalho e quer garantir o sustento dos filhos dela. Ela fazia pequenas recuperações de móveis, mas não tem um sustento mensal que permita fazer frente às dificuldades imensas que vai ter agora. Ela é a pessoa que mais perde com o desaparecimento do Nuno. É assim que a tenho visto, com dificuldades. Tem de vender o carro, tem de passar para uma zona completamente desconfortável. Se todos os meses tinha o marido, que lhe trazia um rendimento fixo, que já devia ser bom, agora ela fica completamente desprotegida. Ela está desesperada”.

Os próprios pais do músico, Carlos e Rosa, confirmam o mesmo cenário, garantindo que estão disponíveis para ajudar a nora. “Ela está muito aflita, mas estamos cá nós e os pais dela para ajudar. Nós também somos humildes, mas planeamos as coisas mês a mês. Assim as coisas vão-se fazendo e ela sabe que pode contar connosco”, dizem à revista semanal.

Confrontada pela revista TV 7 Dias, Celeste confirma a situação pela qual está a passar e revela que a sua maior preocupação são os filhos, estando, até, o mais velho a viver com os avós.

Entretanto, e com o caso do seu desaparecimento a correr boca a boca, João Carlos Costa, conta à TV 7 Dias que muitos têm sido os avistamentos, pelo menos, têm-lhe chegado vários relatos de pessoas que garantem ter visto o músico ora no estrangeiro, ora em Portugal.

Certo é que sem corpo e sem sinais de grandes avanços nas operações policiais, estão em cima da mesa teorias de toda a ordem, com destaque para: suicídio, homicídio, fuga por supostas dívidas, fuga solitária, fuga com uma das suas dançarinas ou fuga com um cúmplice.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

ATV News