fbpx
Famosos

Maya responde a tudo! “Neste momento, estou numa amizade colorida”

Maya
Instagram

Maya foi a segunda convidada do programa do A Televisão “Roast no Confessionário”, esta segunda-feira à noite, e respondeu a várias questões de António Carvalho, conhecido também como Tó Carvalhinho.

De seguida, confira algumas das perguntas a que Maya deu resposta durante cerca de 40 minutos de conversa.

Discoteca ou bar? Gosto das duas coisas. Hoje em dia, bares e discotecas confundem-se muito.

Água ou álcool? Álcool. Um dos meus grandes problemas é beber pouca água. Aliás, tenho uma diverticulite e não posso deixar de beber água. Mas não gosto. Gosto de vinho, de vodka, de gin.

Um bom passeio ou ir ao futebol? Aí é inequívoco. Futebol.

Fato de banho ou biquini? Biquini.

Asa delta ou fio dental? A determinada altura fio dental. Agora, asa delta.

Beijo com língua ou selinho? Selinhos? Por amor da santa! Selinho não é nada. Eu sou anti-selo.

TVI ou SIC? SIC, obviamente, por razões óbvias. Mas a TVI está neste momento, finalmente, a fazer uma recuperação e a fazer uma programação bem pensada.

Solteira ou um dia casada? Casei quatro vezes. Custou-me a perceber o que é que falhou, mas agora já percebi que não sou vocacionada para o casamento. Gosto de namorar, de passear, mas não estou vocacionada para o casamento.

Meia-idade ou novinhos? Atualmente, meia-idade… O que é meia-idade? 40? Eu vou envelhecendo, os meus olhos também envelhecem… Houve uma altura em que gostava de homens mais velhos, mas a partir de certa altura comecei a gostar de homens mais novos.

Sporting CP ou FC Porto? É uma pergunta muito lixada porque, por um lado, acho que o Sporting CP me merece muito respeito, porque o acompanho desde pequenina, mas por outro revejo-me mais na garra do FC Porto.

Uma relação ou amigos coloridos? Uma relação, para mim, começa com uma amizade colorida, porque quando inicio uma relação não a inicio com uma perspetiva de futuro, mas sim de conhecimento. Se depois se torna mais duradoura, são outros quinhentos. Mas não é por aí. Neste momento, estou numa amizade colorida.

Taróloga para sempre ou talvez não? Talvez não. Uma pessoa pode ser taróloga enquanto tiver capacidades para ser taróloga. Se eu estiver doente, sem capacidade de concentração, e porque não gosto de falhar, espero ter a lucidez para me dedicar à agricultura.

Leia também: Maya foi convidada para o Big Brother Famosos: “Era preciso cobrirem aquilo que ganho”

Tags
Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News

<>