fbpx
Famosos

Luís Osório é arrasado após críticas a Paulo de Carvalho: “Há aqui um ‘ajuste de contas’…”

Luis Osório, Paulo De Carvalho

Luís Osório acusou Paulo de Carvalho de desprezo e ingratidão, mas acabou por levar uma resposta de um internauta.

Luís Osório dedicou o seu ‘Postal do Dia’ a Paulo de Carvalho, cuja biografia foi recentemente publicada. O jornalista acusou o artista de “desprezo” e “ingratidão”, uma vez que não mencionou o seu pai – José Manuel Osório, seu antigo agente – no livro em questão.

Após um longo texto (que pode ler no link deixado abaixo), um internauta “revoltou-se” contra as palavras de Luís Osório. Mais do que repor a verdade, há aqui neste postal um “ajuste de contas” que proporcionou ao Luís revelar uma faceta que passaria ao lado da maioria das pessoas. Este “ajuste de contas” aparece eivado de uma vontade de contar uma verdade que se justifica para defender o nome do seu pai”, começou por comentar.

“Admiro a coragem com que escreveu este postal, contudo a avaliar pelas reações, foi um ato em que não só fez justiça ao bom nome do seu pai, como desmascarou uma atitude mesquinha do Paulo de Carvalho“, acrescentou.

Um cantor que tem uma carreira consolidada no panorama nacional, mas que fica ainda mais fragilizado em relação a atitudes e comportamentos que teve ao longo da carreira e que não o dignificam de modo algum. Fica aqui reposta uma verdade, que com toda a certeza lhe deu prazer partilhar por justiça a quem de direito”, terminou o seguidor.

Luís Osório deu resposta ao internauta e garantiu que a escrita deste postal não lhe deu “qualquer prazer”.

Na minha cabeça não existia a vontade de o fazer, o meu pai construiu uma parte importante do seu caminho a partir desse episódio e se teve essa força, estando ainda por cima doente, foi por não guardar ressentimento. Mas o lançamento do livro e sobretudo a nota biográfica que acompanha a divulgação do livro, levou-me a não ter alternativa”, começou por responder o jornalista.

“Aí sim seria desrespeitar o meu pai e a família. Naquela altura foi muito difícil, eu tinha 18 ou 19 anos. Decidimos fazer silêncio até pelo respeito pelas decisões dos outros, mesmo que sejam eticamente reprováveis. Mas há limites ainda assim“, notou Luís Osório, que reforçou que não gostou de escrever o dito postal, e prestou um último esclarecimento.

Quero que se associe ao meu pai, por ser justo, uma ideia de força e não de fragilidade. A força que teve para seguir em frente. Não voltarei a escrever sobre o assunto. O PC tem uma enorme carreira, nunca deixei de ouvir algumas das suas canções. Mas achei que esta história tinha de ser contada, se não o fizesse ter-me-ia desrespeitado”, concluiu.

Leia também: Luís Osório denuncia “desprezo e ingratidão” de Paulo de Carvalho

Luis-Osorio-Comentario-Critica-Paulo-De-Carvalho
Facebook

3 Comentários

Clique aqui para comentar

ATV News