fbpx
Famosos

Júlia Pinheiro tem um novo cão e explicou tudo sobre ele: “Sofreu o abandono”

Júlia Pinheiro
Instagram

Índice

A apresentadora da SIC adotou mais um cão, Blanco. O animal chegou até à família numa condição física, “que refletia o facto de comer apenas uma vez por semana”. Porém, já recuperou e é uma das alegrias de Julia Pinheiro.

Através da rede social Instagram, a profissional de televisão partilhou um texto no qual se pronunciou um pouco sobre este seu novo amigo de quatro patas.

“Já apresentei aqui o Blanco, o nosso mais recente companheiro e novo amigo de El Trufa, que passou a ter com quem dividir o seu reinado. Agora, que o Blanco se recompôs, partilho um pouco da sua história, do seu passado triste”, lê-se no início da publicação.

“O Blanco sofreu o abandono e a negligência. Chegou até nós num estado irreconhecível – com uma condição física que refletia o facto de comer apenas uma vez por semana. Era irrecusável – o Blanco precisava de um abrigo. E foi assim que nós desejámos torná-lo nosso, dar-lhe colo, teto, mimo, comida”, explicou.

“Adotar um segundo cão estava nos nossos planos. Falávamos em adotar um ‘fiel amigo’ que precisasse de nós. E quando nos falaram do Blanco, abrimos as portas. Hoje, não estou certa do seu aumento de peso. Só sei que, quando nos aproximamos, o Blanco está já em condições de derrubar-nos. De vitalidade e de entusiasmo genuíno, por fazermos parte da vida uns dos outros”, continuou.

Por fim, confessou ainda que já tentou tirar-lhe uma boa fotografia, mas tal ainda não foi possível. “E esta é a razão pela má qualidade da fotografia. Eu garanto que me esforço, mas mal me aproximo para captar a boa energia do Blanco, ele salta-me para cima. E o assunto fica arrumado. Não há fotografia que sobreviva a umas lambidelas. Este ano, finalmente, é um feliz Dia do Cão Blanco”, completou.

Ora veja:

View this post on Instagram

No Blogue Júlia. Já apresentei aqui o Blanco, o nosso mais recente companheiro e novo amigo de El Trufa, que passou a ter com quem dividir o seu reinado. Agora, que o Blanco se recompôs, partilho um pouco da sua história, do seu passado triste. O Blanco sofreu o abandono e a negligência. Chegou até nós num estado irreconhecível – com uma condição física que refletia o facto de comer apenas uma vez por semana. Era irrecusável – o Blanco precisava de um abrigo. E foi assim que nós desejámos torná-lo nosso, dar-lhe colo, teto, mimo, comida. Adotar um segundo cão estava nos nossos planos. Falávamos em adotar um "fiel amigo" que precisasse de nós. E quando nos falaram do Blanco, abrimos as portas. Hoje não estou certa do seu aumento de peso. Só sei que, quando nos aproximamos, o Blanco está já em condições de derrubar-nos. De vitalidade e de entusiasmo genuíno, por fazermos parte da vida uns dos outros. E esta é a razão pela má qualidade da fotografia. Eu garanto que me esforço, mas mal me aproximo para captar a boa energia do Blanco, ele salta-me para cima. E o assunto fica arrumado. Não há fotografia que sobreviva a umas lambidelas. Este ano, finalmente, é um feliz Dia do Cão Blanco. https://julia.pt/2020/08/26/o-meu-blanco/

A post shared by Júlia Pinheiro Oficial (@oficialjuliapinheiro) on

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

Adicionar Comentário

Clique aqui para comentar

ATV News

<>