fbpx
Famosos

Júlia Palha alerta para violência psicológica: “Amar não é isto”

Julia Palha
Instagram

Júlia Palha sensibilizou os fãs com um longo texto onde procura alertar para a violência psicológica numa relação.

Júlia Palha recorreu às redes sociais para fazer um importante alerta relativamente à violência psicológica que se pode viver numa relação. O “aviso” surge numa altura em que Bruno de Carvalho está “debaixo de fogo” devido a um gesto considerado abusivo, no ‘Big Brother Famosos’.

A violência psicológica não deve ser, em momento algum, desvalorizada ou considerada menos relevante do que a violência física. Os danos que uma relação tóxica e abusiva deixa levam anos a serem curados e, muitas vezes, nem o chegam a ser por completo“, começou por escrever.

Nenhum agressor começa por sê-lo. Nunca. A maior parte é, até, bastante dissimulada. Não em todos os casos, obviamente. Portanto, a culpa não é da vítima. Uma pessoa não escolhe sujeitar-se a situações de violência psicológica. É uma espiral de acontecimentos e manipulações da qual a vítima, infelizmente, muitas das vezes, só se apercebe, quando bate no fundo“, acrescentou.

Júlia Palha enumerou alguns traços deste tipo de violência: “Os ciúmes que passam a ‘pequenos’ controlos. As acusações e os ‘conselhos’ que passam a proibições. Depois, vêm os insultos. O controlo sobre a vida do outro. A necessidade constante de inferiorizar a pessoa, de fazê-la sentir-se mal consigo mesma, fazê-la sentir que mais ninguém a vai amar ou querer da mesma maneira“.

A atriz afirmou ainda que estas atitudes são “inadmissíveis” e provocam um “dano tremendo”. No final, terminou com uma nota sobre o ato de amar.

Amar não é isto. Amar não te deve fazer, em momento algum! Se, por algum segundo, tiveste medo, não é amor. Se sentes que precisas da aprovação da outra pessoa, não é amor. Se te ameaçam, rebaixam ou controlam, não é amor. Se te faz sentir pequeno, não é amor“, sublinhou.

Não te permitas ficar muito tempo em algo que, lá no fundo, sabes que não te faz bem. Os danos podem ser irremediáveis. Se não te faz feliz, se não te completa, se não te permite evoluir e ser melhor, então não faz sentido“, concluiu.

Leia também: Júlia Palha faz pausa na carreira: “Achei que este era o momento ideal”

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

Adicionar Comentário

Clique aqui para comentar

ATV News

<>