Famosos

José Raposo faz homenagem a Octávio Matos: “Perdi mais um Mestre!”

Instagram de @joseraposoofficial

Octávio Matos, de 79 anos, era um dos atores mais consagrados do nosso país. Foi encontrado sem vida, no passado domingo, em sua casa e o corpo será cremado esta tarde. Desde o anúncio da sua morte vários têm sido os famosos que, de forma simples, através das redes sociais, têm prestado homenagens ao homem e ao ator.

José Raposo, seu amigo de palco e vida, partilhou, também, uma fotografia na qual aparece ao lado de Octávio. “O Octávio era mais que um amigo, era visita de casa, era amigo dos meus pais, esteve na maternidade quando nasceram os meus filhos, tratou-me como um filho! Perdi mais um Mestre!”, começa por escrever o marido da atriz Sara Barradas, acrescentando:  “Foi dos que no meu início me aconselharam, ensinaram, elogiaram! Quando comecei, personalidades como o Octávio eram referências para nós, era com eles que aprendíamos, principalmente no campo da comédia eram os mais velhos que nos transmitiam um ‘humor português’ de que agora parece que se tem vergonha!”.

E é o humor de Octávio que José Raposo recorda, também, nesta publicação aproveitando para deixar algumas críticas ao mundo do espetáculo atual: “O humor do trocadilho, da anedota, o humor , o NOSSO humor! O Octávio era um cómico nato, dos que se ‘sentava ao colo do público’! É uma perda irreversível! E é injustíssima a falta de reconhecimento do talento enorme do grande Octávio Matos por parte dos políticos que decidem quais os critérios de atribuição de méritos culturais aos atores (e não só!), por parte dos produtores que decidem quais os critérios de escolha das características, idades e géneros dos atores (e não só!), por parte dos media que têm critérios muito estranhos de promoção dos atores e seus trabalhos, através dos likes no face que têm, e através da imagem e idade que têm…!”.

View this post on Instagram

OCTÁVIO MATOS – o Octávio era mais que um amigo, era visita de casa, era amigo dos meus pais, esteve na maternidade quando nasceram os meus filhos, tratou-me como um filho! Perdi mais um Mestre! Foi dos que no meu início me aconselharam, ensinaram, elogiaram! Quando comecei, personalidades como o Octávio eram referências para nós, era com eles que aprendíamos, principalmente no campo da comédia eram os mais velhos que nos transmitiam um “humor português” de que agora parece que se tem vergonha! O humor do trocadilho, da anedota, o humor <revisteiro>, o NOSSO humor! O Octávio era um cómico nato, dos que se “sentava ao colo do público”! É uma perda irreversível! E é injustíssima a falta de reconhecimento do talento enorme do grande Octávio Matos por parte dos políticos que decidem quais os critérios de atribuição de méritos culturais aos actores (e não só!), por parte dos produtores que decidem quais os critérios de escolha das características, idades e géneros dos actores (e não só!), por parte dos media que têm critérios muito estranhos de promoção dos actores e seus trabalhos, através dos likes no face que têm, e através da imagem e idade que têm…! Só não tenho já muitas saudades suas Octávio porque estou sempre atrasado para o ir buscar a casa para irmos almoçar com a nossa malta ao restaurante do António, são sempre só mais uns minutos de espera… portanto, até já!!! (um beijo grande Isabel!) #octáviomatos #amizadeeterna #perdairreversível #atésempre

A post shared by José Raposo (@joseraposoofficial) on

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close