fbpx
Famosos

José Malhoa é acusado de profanar igreja em videoclipe e arrisca processo

José Malhoa
Instagram

José Malhoa pode ser processado pela forma como utilizou a Igreja Matriz de Cortegaça.

José Malhoa corre o risco de ser processado pela Paróquia de Cortegaça. Tudo porque o cantor utilizou a igreja da vila (na zona de Ovar) sem autorização no videoclip do seu tema ‘Ela Queria 3’.

Segundo o comunicado emitido pela paróquia, o músico e a sua equipa “desrespeitaram” a comunidade.

Atingindo maior gravidade, aquilo que consideramos mesmo uma profanação do espaço interior da nossa Igreja, ao utilizar um lugar Sagrado, para um uso satírico e imoral, ao serviço de um objetivo e propósito de âmbito pessoal, desrespeitando toda uma comunidade que tem na Igreja de Cortegaça a sua referência e identidade”, pode ler-se na nota.

A Paróquia de Cortegaça e o seu pároco, responsável máximo da Igreja, em momento algum receberam qualquer pedido de autorização para as filmagens deste videoclipe do artista José Malhoa”, lê-se ainda.

Por fim, a paróquia adiantou ainda que está a ser estudado o enquadramento legal da situação, para serem tomadas ações conforme a legalidade.

Leia também: José Malhoa emociona-se ao recordar o irmão: “Foi uma perda muito grande”

. COMUNICADO A Paróquia de Cortegaça, vem através deste comunicado, manifestar a…

Posted by Paróquia de Cortegaça on Wednesday, August 10, 2022

Adicionar Comentário

Clique aqui para comentar

ATV News