fbpx
Famosos

José Castelo Branco fala sobre a violação que sofreu aos 9 anos: “Ele forçou-me”

Jose-Castelo-Branco-1

José Castelo Branco criou um canal de Youtube onde fala sobre vários assuntos pessoais e profissionais.

Num dos primeiros vídeos “Sou Gay? Fui violado? Como é viver em Castidade?”, o socialite decidiu esclarecer os fãs acerca da sua orientação sexual e recordou o episódio de violação de que foi vítima.

“No início da minha adolescência achei que era homossexual. Olhava para um homem e sentia-me uma menina. Não tinha nada a ver com sexo […] Independentemente de catálogos”, começou por afirmar.

Depois, José Castelo Branco falou sobre um dos momentos mais marcantes da sua vida. “Aconteceu-me um acidente muito grande. Quando tinha nove anos, tinha o namorado da minha prima a viver em minha casa e na noite de passagem de ano, no pós-revolução, em Moçambique, ele violou-me, forçou-me. Talvez tenha provocado, para ser honesto, sou absolutamente transparente, mas não estava à espera daquela violência. Eu tinha uma certa curiosidade e ele obrigou-me. Houve uma penetração, a dor foi tão mas tão grande”, continuou.

“Hoje não choro por isso. Pelo contrário, dou graças a Deus por ter acontecido. Tudo tem uma razão para acontecer. Aos meus 16 anos, descobri a minha verdadeira sexualidade com uma mulher. Tinha a plenitude sexual com uma mulher. Fiquei confuso e pensei: Sou uma fufa, uma sapatona, mas sou. O homem para mim é o inimigo. Gosto de seduzir o homem, mas não vou para a cama com ele”, confessou.

Depois, revelou que se apaixonou por Maria Arlene Pólvora com quem casou e teve um filho. A relação chegou ao fim e anos mais tarde voltou a casar com Betty Grafstein.

“Voltei a casar com a lady Betty, com quem estou há 25 anos. Temos uma vida como dois irmãos. Não ando a fazer nada por fora, apesar terem aparecido aquelas orgias em 2006 que só vieram à tona em 2011, apanhei um susto. Nunca traí nem a minha primeira mulher nem a lady Betty”, relatou.

O socialite revelou ainda que vive em abstinência sexual. “Consigo elevar-me espiritualmente de uma forma inacreditável. Não é fácil, mas é uma vitória. É bom quando somos superiores à nossa vontade”, salientou.

Vê aqui o vídeo completo:

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News