fbpx
Famosos

Jorge Martinez furioso com Joana Marques: “Exigo respeito e um pedido de desculpa”

Joana Marques, Jorge Martinez
Instagram

Joana Marques revelou na rubrica ‘Extremamente Desagradável’, da Rádio Renascença, que já foi processada pelo artista Jorge Martinez.

Durante a rubrica desta segunda-feira, dia 20, Joana Marques confessou que chegou a ser processada por Jorge Martinez. Tudo aconteceu depois de ter analisado um videoclip do artista. Contudo, acabou por ser absolvida.

Não me orgulho disso, orgulho-me apenas da parte de ter sido absolvida. Imagina a vergonha que seria os meus filhos terem de me ir visitar a Tires e perguntarem: «mãe, o que é que tu fizeste?». E eu: «olhem, queridos. A mãe analisou jocosamente um videoclipe de Jorge Martinez“, contou.

Mal vi a sugestão ‘Jorge Martinez’ senti um ligeiro arrepio e pensei: «isto é lenha para me queimar». No entanto, como dou muito valor à opinião dos nosso ouvintes, eu vou falar, mas da minha boca só sairão elogios“, acrescentou ainda Joana Marques (vídeo aqui).

Jorge Martinez furioso com revelação de Joana Marques

O artista utilizou a rede social Facebook, poucas horas depois da revelação de Joana Marques, para exigir respeito e um pedido de desculpa. “Afirmações lastimáveis, falsas, numa perseguição compulsiva e inaceitável“, referiu.

Leia aqui a reação de Jorge Martinez:

«Exigo respeito e um pedido de desculpas público de Joana Marques. Programa na Rádio Renascença – Extremamente Desagradável – 20 de setembro de 2021.

Afirmações lastimáveis, falsas, numa perseguição compulsiva e inaceitável! É destacado que: de Jorge Martinez só digo bem. Joana Marques elogia, pela primeira vez, um artista nacional. Até aqui pensei que, finalmente, a Joana iria ter uma abordagem no mínimo de respeito, mas… Eis a minha análise a mais um delírio vergonhoso da Joana Marques:

1 – Sim, Joana. Eu já a processei muito justamente e pensei que tivesse sido suficiente a advertência.

2 – A mãe Joana diria aos seus filhos que, se fosse detida, não teria sido por analisar vídeos do Jorge Martinez, mas sim tentar achincalhar ao máximo, tudo o que a sua mente delirasse de forma gratuita.

3 – Voltar a atacar era “lenha para se queimar”, mas… Não resistiu. É o sentido compulsivo de procurar obter grande audiência atacando um artista que nunca a desrespeitou.

4 – Quem é ou quem era o Jorge Rocha é muito simples: SOU EU. Para uma pessoa supostamente tão inteligente, não ter o devido conhecimento é uma falha profissional e que demonstra falta de ética.

5 – “Depois de fazermos amor tínhamos permanecido em silêncio”… (início da letra na canção com o título de Rússia). Comentário da Inês… Preciso de uns segundos para me refazer disto. Inês, a sério? Precisas de te refazer depois de uma frase destas…??? Eh eh, e estamos nós em 2021. Inacreditável. Nem parece teu. Realmente, o grupo estava adiantado no tempo, décadas, e o mais incrível é que ainda hoje estaria na vanguarda passados 30 anos!

6 – A Joana afirma que eu falo de um sucesso estrondoso que ninguém viu. E mais incrível é dizer que tentei disfarçar o êxito. Tristemente fora da realidade de tal forma que é um insulto tremendo.

Sabe, Joana? Eu podia mandar-lhe assim umas resmas de jornais com títulos bem gordos que era para ler bem, mas nem preciso de me dar a tal trabalho. Bastará ver o documentário de 2:15 horas do Jorge Rocha & Lipstick, tudo real e com centenas de testemunhos de imprensa. Entendido, menina Joana!?

DOCUMENTÁRIO: “Jorge Rocha & Lipstick” – A Lenda / The Legend – 1989/1999 e Jorge Rocha & Lipstick – Imprensa / Press – 1989 – 1999 – A Lenda / The Legend.

Estou a fazer-lhe um favor, Joana, assim da próxima vez poderá corrigir as gaffes que cometeu pela boca fora! Talvez agora, e de uma vez por todas, seja coerente e não mentirosa! Aprenda a saber respeitar uma carreira de décadas.

7 – Soñar em espanhol, não porque se confunda com alemão, menina Joana, mas sim para distinguir do português, como é óbvio. Aliás, foi assim dessa mesma forma que Carlos Cruz apresentou a música nas Noites Marcianas. Sabe, Joana, é que num país com mentes perversas, por vezes temos que explicar em detalhe determinados pormenores para não confundirem alhos com bugalhos. Percebeu, Joaninha?

8 – Sou um poliglota azarado por ser sempre comparado aos maiores astros da música internacional… Ou seja, para a Joana ser comparada a uma estrela internacional é azar… Azar, Joana??? Azar era ser comparado ao Zé das Iscas ou a muitos artistas desconhecidos e sem talento.

Porque não se entretém a falar desse tipo de artistas, Joaninha??? Aproveite para perguntar por exemplo à jornalista Felícia Cabrita, na altura no Jornal Expresso, uma das melhores jornalistas deste país, se intitular-me de Prince Português era algo de azarado… Enfim, Joana. E mais a mais, que credibilidade tem a Joana ao lado da Felícia Cabrita? Ganhe respeito e cresça!

9 – Diz a Joana: já me tinha libertado da fama péssima de ser o Prince. Oh Joana, fama péssima? Fama péssima de ser o Prince? Eh eh eh isto nem merece comentário. Imaginem só se o Prince tivesse nascido em Portugal… De ícone mundial passava a mendigo e sem abrigo.

10 – Produzo músicas que dão ideia que consumi substâncias ilícitas… Muito bem, Joana. É cada barbaridade que ouço que se fosse a comentar abertamente a Joana saía a correr!  canção do ATOMIUM começa como uma rave? Sinceramente, a Joana deve ter algum problema nos ouvidos… E depois os comentários incultos sobre os locais ex-libris de Bruxelas, e que, por sinal, se sobrepõem na canção de forma sublime e brilhante, são mais uma triste aberração.

Ao contrário da sua triste opinião, a entidade ATOMIUM, símbolo nacional de Bruxelas e da Bélgica, considerou a canção e o videoclipe como espetacular e acompanhado de bravos. Diferenças de mentalidades…

11 – Até a palavra estar tranquilo, no lamento lusitano, consegue despertar sorrisos na Joana. É fantástica a obsessão que tem por mim.

12 – Informo a menina Joana que eu não confundo todas as línguas. O que fez foi tentar desinformar o auditório da Renascença, já que para que saiba esta canção tem três versões que produzi: a) – Lamento Lusitano; b) – A Sorry Love Story; c) – A Sorry Love Story (spanglish version).

Conclusão, menina Joana. Isso de enganar ou levar as pessoas a tirarem ilações erradas é um trabalho de má qualidade que presta. Para terminar, como pode verificar, mentiu e mais uma vez tentou dar uma visão errada às pessoas sobre o Jorge Martinez e porquê, porquê esta perseguição permanente?

Seja responsável, saiba reconhecer o valor de um artista, o seu lado profissional e genuíno, não tente desvirtuar realidades. Seja uma boa pessoa. Obrigado.» (Jorge Martinez)

Leia também: Joana Marques critica prestação de Júlia Palha como apresentadora na SIC

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

Adicionar Comentário

Clique aqui para comentar

ATV News