Famosos

Humorista brasileiro, Danilo Gentili condenado a prisão por ofender deputada

Reprodução Instagram

É a notícia do momento no Brasil. O apresentador e humorista brasileiro Danilo Gentili foi condenado, esta quarta-feira, a uma pena de seis meses e 28 dias em regime semiaberto pela 5ª Vara Federal Criminal de São Paulo, por injúria à deputada federal Maria do Rosário.

Tudo aconteceu no dia 22 de março de 2016 mas só agora o caso foi julgado. Na altura, o apresentador de ‘The Noite com Danilo Gentili’ publicou um vídeo onde rasgava e esfregava uma correspondência oficial enviada pela deputada nas partes íntimas. Algo que a juíza considera agora, segundo a imprensa brasileira, como uma ofensa à “dignidade ou o decoro”.

Desde que foi julgado, o apresentador tem feito várias publicações no Instagram com referência ao sucedido. Inclusive, chegou mesmo a publicar uma caricatura dele algemado a pedir ajuda à deputada em questão: “Ei Maria do Rosario, por favor me ajude. Cadeia não resolve. Sou apenas uma vítima da sociedade”.

Esta sexta-feira, Danilo deu uma entrevista ao Programa Pânico, onde afirma que não acredita que vai ser mesmo preso. “Se você me perguntar: ‘você vai ser preso mesmo?’, é praticamente impossível que eu seja preso, porque cabe recurso e tudo mais, mas se você me perguntasse uma semana atrás: ‘Você acha que vai ser condenado à prisão por protestar contra a censura da Maria do Rosário’, eu diria que é impossível. E fui”, disse.

Está é uma condenação que gerou várias manifestações de apoio entre diversas figuras públicas, nomeadamente do Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro. Na sua conta de Twitter, o Presidente brasileiro escreveu: “Me solidarizo com o apresentador e comediante Danilo Gentili ao exercer seu direito de livre expressão e sua profissão, da qual, por vezes, eu mesmo sou alvo, mas compreendo que são piadas e faz parte do jogo, algo que infelizmente vale para uns e não para outros”, escreveu.

Reprodução Instagram

ATV News