fbpx
Famosos

Filipa Maló reflete sobre a maternidade: “Se estás a ler isto, confia em ti”

Filipa Maló, Filho
Instagram

Filipa Maló foi mãe pela primeira vez há cerca de quatro meses.

Filipa Maló ficou conhecida depois de interpretar o papel de Clarinha na série ‘Super Pai’, da TVI, e atualmente trabalha como psicóloga clínica. Esta segunda-feira, decidiu partilhar um importante texto sobre a maternidade.

Se estás a ler isto, se és mãe (biológica ou não), confia em ti. Escuta o teu bebé. Sabe que és capaz, mesmo quando tudo parece (demasiado) difícil. Pede ajuda, porque não o tens de fazer sozinha. Impõe os teus limites, para que ninguém os ultrapasse“, lê-se em uma das partes do texto.

Leia aqui o texto de Filipa Maló:

  • “Ai tem fome… o leite da mãe não chega”;
  • “Excesso de mimo… a mãe faz-lhe as vontades todas”;
  • “Pois… dão demasiado colo…”.

«Um palpite na ponta da língua. Um escutar que não existe. Uma mãe que se questiona – uma e outra vez. Uma insegurança que assombra (e invade por demasiadas vezes), mas em silêncio. Uma confusão de papéis, com um “já criei tantos filhos” como argumento para tudo, esquecendo que os bebés são todos diferentes, e os pais também. E uma imposição – daquelas que irrita.

O que não nos dizem sobre a maternidade, é que no meio de tantas coisas bonitas, é também um lugar de competição e onde aos olhos dos outros, é sempre “culpa” da mãe, claro.

E ao contrário do que seria de esperar, o elogio mora longe, frequentemente, e comunica-se com o que falta ou não se concorda, ao invés de se olhar para todas as pequenas conquistas, para a relação e para o bebé (que é o mais importante). Uma mãe que demasiadas vezes não é e nem tem suficiente (erradamente). Ou que mima em demasia (como se isso existisse).

As perguntas fazem-se sem pensar. As críticas acentuam as inseguranças naturais de um tempo onde tudo e todos estão postos “à prova”. Os palpites dados como se todos tivessem um decifrador de choro, quando ele existe, mas no coração da mãe e do pai. E um “sei mais do que tu” desnecessário, porque se pega em experiências pessoais e se generaliza para uma realidade, um bebé, uma díade e tríade diferente.

Se estás a ler isto, se és mãe (biológica ou não), confia em ti. Escuta o teu bebé. Sabe que és capaz, mesmo quando tudo parece (demasiado) difícil. Pede ajuda, porque não o tens de fazer sozinha. Impõe os teus limites, para que ninguém os ultrapasse.

Sê a melhor mãe que consegues ser, sabendo que as dificuldades, dúvidas e emoções fazem parte do processo. Acredita que é na tua imperfeição, que és perfeita para o teu bebé. E só isso importa.» (Filipa Maló)

Leia também: Filipa Maló de ‘Super Pai’ derrete fãs com fotografia do filho: “É uma doçura”

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

Adicionar Comentário

Clique aqui para comentar

ATV News