fbpx
Famosos

Famosos vítimas de ataques cibernéticos. Os conselhos de um especialista

Joana Solnado, Cláudia Jacques, Ataques Cibernéticos
Redes sociais

Várias celebridades têm recorrido às redes sociais para denunciar ataques cibernéticos. Sara Barradas, Fernanda Serrano e Andreia Dinis são apenas algumas das celebridades que já sofreram com este crime.

São vários os famosos que têm denunciado ataques cibernéticos. Sara Barradas, Fernanda Serrano, Andreia Dinis, Sónia Brazão, Merche Romero, Filipa Areosa, Luís Onofre e Joana Solnado são alguns desses exemplos.

Maioria das celebridades conseguiram resolver a situação, outros ainda estão a ver como podem voltar a entrar nas suas contas. É o caso de Joana Solnado, Luís Onofre e Cláudia Jacques. Aliás, esta última, teve mesmo que criar uma nova conta porque o seu perfil foi definitivamente apagado.

Cláudia Jacques explicou, à Nova Gente, que recebeu uma mensagem privada, que pensa ser do Instagram, a dizer que a conta foi denunciada e ia ser eliminada definitivamente por não ter respeitado as políticas da empresa. Assim que carregou no link para tentar resolver a situação e colocou o email e a palavra-passe “entrou o hacker”.

“Foram anos de trabalho que desapareceram. Estou realmente desolada“, desabafou, contando que fez queixa à Polícia Judiciária. Rui Lourenço, especialista em redes sociais, revelou que estes casos acontecem todas as semanas.

Estes piratas informáticos fazem-se passar por aqui que não são, através do Facebook, Instagram ou Whatsapp. Tentam convencer as pessoas a carregar num link. Quem carrega está a ativar um spyware [programa informático] que entra no dispositivo móvel ou no computador e isso permite acesso a dados como as palavras-passe“, explicou.

Acrescentou ainda que as palavras-passe fracas também dão origem a ataques cibernéticos. Para tentar travar este problema, aconselha  que os seguidores coloquem palavras-passes com letras maiúsculas, minúsculas, números e símbolos.

“Um outro aspeto importante é que as pessoas instalem nas suas redes sociais, a autenticação de dois fatores que previne tentativas de instrução de contas”, ou seja, uma medida extra de segurança para reforçar a proteção da conta para evitar ataques cibernéticos.

Caso detetem algum problema, o perito em redes sociais aconselha contactar o Facebook ou o Instagram através dos formulários disponibilizados, apesar de confessar que são muito lentos devido ao elevado número de internautas.

Leia também: Sondagem Big Brother. Que concorrente quer expulsar?

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News