Famosos TVI

‘Ex’ de Fanny revoltado com a morte de ‘irmão de guerra’

Os últimos tempos não têm sido fáceis para Sandro Lima. Ainda em luta contra a doença, o ex-companheiro de Fanny Rodrigues acaba de perder mais um amigo, vitima do cancro. Sandro fê-lo saber através da sua conta de Instagram ao partilhar uma fotografia do ‘irmão de guerra’ e ao relatar tudo na legenda da mesma publicação.

“Tão triste que estou ao escrever e publicar este post. Mas sinto que tenho de o fazer. “Infelizmente ontem perdi mais um irmão de Guerra. Mais um. O grande Fábio. E tanto que me dói. E sabem porquê? Porque existem pessoas com coragem de serem dadoras de medula óssea e quando contactadas para doarem RECUSAM-SE!! O Fábio tinha três dadores compatíveis e acreditam que todos se recusaram? Uma vergonha!! Não é caso único nem será o último, infelizmente. Por lei isto não devia ser permitido. Não se brinca com a vida de ninguém!Se querem ser dadores sejam, e nós agradecemos, mas não sejam dadores só para dizerem que são dadores. Sejam dadores com o CORAÇÃO. Sejam VERDADEIROS dadores. Dadores que SALVAM vidas. Como aquele que salvou a minha”, escreveu, claramente revoltado.

Sandro aproveitou, no entanto, para recordar os momentos passados ao lado do amigo: “O Fábio era um jovem adulto, barman, cheio de alegria, que adorava rock e que só queria poder viver como todos nós. Conhecemo-nos em março num entre tantos outros internamentos no Hospital de Coimbra. Foi meu companheiro de quarto. Meu irmão de Guerra. Tanto que conversávamos, que desabafávamos, que partilhávamos. Tanto que lutámos juntos. E juntos tanto que sofremos. Hoje, amigo, não sofres mais. Lutaste com tudo o que tinhas. Sei disso. Ainda esta semana desabafavas comigo… ‘My friend’, como me chamavas, espero que tenhas encontrado a paz e tranquilidade que tanto desejavas. Descansa em paz. Até um dia irmão de Guerra”, concluiu.

View this post on Instagram

Tao triste que estou ao escrever e publicar este post. Mas sinto que tenho de o fazer! Infelizmente ontem perdi mais um irmão de Guerra. Mais um. O grande Fábio. E tanto que me dói. E sabem porque ? Porque existem pessoas com coragem de serem dadoras de medula óssea e quando contactadas para doarem RECUSAM-SE!! O Fábio tinha 3 dadores compatíveis e acreditam que todos se recusaram ?? Uma vergonha!! Não é caso único nem será o último, infelizmente. Por lei isto não devia ser permitido. Não se brinca com a vida de ninguém!! Se querem ser dadores sejam, e nós agradecemos, mas não sejam dadores só para dizerem que são dadores. Sejam dadores com o CORAÇÃO. Sejam VERDADEIROS dadores. Dadores que SALVAM vidas. Como aquele que salvou a minha. O Fábio era um jovem adulto, Barmen, cheio de alegria, que adorava Rock e que só queria poder viver como todos nós. Conhecemo-nos em Março num entre tantos outros internamentos no Hospital de Coimbra. Foi meu companheiro de quarto. Meu irmão de Guerra. Tanto que conversávamos, que desabafávamos, que partilhávamos. Tanto que lutámos juntos. E juntos tanto que sofremos. Hoje, amigo, não sofres mais. Lutaste com tudo o que tinhas. Sei disso. Ainda esta semana desabafavas comigo… 😥 “My friend”, como me chamavas, espero que tenhas encontrado a paz e tranquilidade que tanto desejavas. Descansa em paz 🙏🏼 Até um dia irmão de Guerra 🖤 Partilhem no stories e com quem puderem, para mais casos destes não acontecerem ‼️‼️‼️

A post shared by Sandro Lima Correia Ferreira (@limatini) on

ATV News