Famosos

Encontrada uma das mulheres a quem Ronaldo quer pagar um jantar

Cristiano Ronaldo recordou a sua infância difícil durante uma entrevista a um canal britânico e revelou um desejo: reencontrar as empregadas do McDonald’s junto a Alvalade que lhe davam as hambúrgueres que sobravam, uma vez que o jogador não tinha – na altura – dinheiro para as pagar. 

Agora, o programa desportivo da Rádio Renascença ‘Bola Branca’ facilitou a tarefa a Ronaldo, que disse também querer oferecer um jantar às funcionárias num gesto de gratidão.

“Quando era miúdo, com uns 12 anos, não tínhamos dinheiro. E vivíamos juntamente com outros jovens jogadores provenientes de outras zonas do país. Era um período complicado, sem a família por perto. Às 10 e tal, 11 horas, tínhamos fome e havia um McDonald’s por perto. Pedíamos os hambúrgueres que sobravam e uma senhora chamada Edna, mais outras duas raparigas, davam aquilo que sobrava. Espero que esta entrevista ajude a encontrá-las. Queria convidá-las a jantar comigo, em Turim ou em Lisboa. Quero poder devolver aquilo que fizeram por mim. Nunca me esqueci desse momento”, contou Cristiano Ronaldo durante a entrevista ao canal ITV.

A equipa da Renascença encontrou Paula Leça, uma das mulheres que ia dando comida a Cristiano Ronaldo. A trabalhar numa outra área profissional, a mulher não conhece, no entanto, o paradeiro de Edna, a sua antiga gerente no McDonald’s.

“Apareciam à frente do quiosque, como quem não quer a coisa, e quando havia hambúrgueres a mais a nossa gerente dava-nos autorização para cedê-los. Um deles era o Cristiano Ronaldo, que por acaso era o mais tímido. Era assim que acontcia quase todas as noites da semana. Ronaldo tímido? Sim, na altura. Ele não era sempre o que pedia, ficava até para trás”, recordou a mulher que foi surpreendida pela revelação de CR7.

A mulher revelou que “Ainda estou a achar graça. Já tinha contado ao meu filho… que achava que era mentira, porque a mãe dele nunca na vida poderia ter dado um hambúrguer ao Cristiano Ronaldo. O meu marido já sabia, foi algumas vezes buscar-me lá à noite e também viu. É engraçado que se volte atrás no tempo… Mostra a humildade dele. Só falta o jantar? (risos) ‘OK’, se chegar chegou. Pelo menos as pessoas sabem que isto não era uma invenção. Se vier o convite, lá estarei com certeza. A primeira coisa será agradecer e, no jantar, teremos tempo para recordar esse tempo”.

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita.Apple Store Download Google Play Download

ATV News