Famosos

Em quarentena, Joana Machado Madeira chora perante o testemunho dos fãs

Reprodução Instagram

Há três semanas em casa, de modo a proteger-se do novo coronavírus, Joana Machado Madeira publicou na sua conta de Instagram um testemunho no qual deu conta de como tem sido, para ela e para a família, este difícil período.

Perante tal publicação, foram vários os fãs que reagiram, agradeceram e confessaram, também, as suas próprias experiências. A mulher do comediante Eduardo Madeira não conseguiu conter o choro perante tudo aquilo que leu.

“Hoje chorei. Recebi várias mensagens de pessoas que estão em casa, muitas delas sozinhas, outras já de idade avançada, isoladas dos seus filhos e netos, outras mais novas, mas também longe dos seus, pois estão a trabalhar. Todas elas com testemunhos da sua quarentena. Viram o meu post anterior e queriam partilhar comigo o quão tristes estão nestes novos tempos”, escreveu esta segunda-feira.

“Todas estas pessoas, e foram muitas, agradeceram os meus vídeos. Disseram-me que as faço rir, que as faço esquecer esta situação. Que, por vezes, quando choram em casa e estes meus momentos aparecem nas redes, soltam uma gargalhada. Confesso que chorei também eu ao ler estes testemunhos”, continuou, emocionada.

“Chorei ao perceber que a minha parvoíce, que outrora achei que não me poderia beneficiar em nada, hoje, numa altura como esta, afinal serve para alguma coisa. Serve para fazer alguém rir, para fazer alguém feliz. E isso não tem preço! Muito obrigada! Tentarei, amanhã, acordar com a mesma boa disposição e parvoíce de sempre e ajudar-vos a ganhar forças para mais um dia”, completou.

View this post on Instagram

Hoje chorei. Recebi várias mensagens de pessoas que estão em casa, muitas delas sozinhas, outras já de idade avançada, isoladas dos seus filhos e netos, outras mais novas, mas também longe dos seus, pois estão a trabalhar. Todas elas com testemunhos da sua quarentena. Viram o meu post anterior e queriam partilhar comigo o quão tristes estão nestes novos tempos. Todas estas pessoas, e foram muitas, agradeceram os meus videos. Disseram-me que as faço rir, que as faço esquecer esta situação. Que, por vezes, quando choram em casa e estes meus momentos aparecem nas redes, soltam uma gargalhada. Confesso que chorei também eu ao ler estes testemunhos (sou chorona, sim). Chorei ao perceber que a minha parvoíce, que outrora achei que não me poderia beneficiar em nada, hoje, numa altura como esta, afinal serve para alguma coisa. Serve para fazer alguém rir, para fazer alguém feliz. E isso não tem preço! Muito obrigada! Tentarei amanhã acordar com a mesma boa disposição e parvoíce de sempre e ajudar-vos a ganhar forças para mais um dia.

A post shared by Joana Machado Madeira (@joanamachadomadeira) on

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News