fbpx
Famosos

Diretor da CMTV deixa um aviso a Júlio Magalhães: “Está a incriminar-se sem necessidade”

Júlio Magalhães, Diretor Da Cmtv, Carlos Rodrigues
Instagram

Carlos Rodrigues, diretor da CMTV, lembrou a polémica na qual Júlio Magalhães está envolvido por causa da divulgação dos emails referentes ao SL Benfica no Porto Canal, quando este era ainda diretor desse órgão.

Na altura em que Júlio Magalhães era diretor do Porto Canal, foram divulgados ali vários emails confidenciais de figuras ligadas ao SL Benfica. O caso está em tribunal e o jornalista, atualmente na CNN Portugal, é um dos arguidos dado o cargo de que dispunha na altura.

Em jeito de defesa, Júlio Magalhães disse que quem manda no Porto Canal é o FC Porto e que, como tal, ele limitava-se a dar espaço na grelha quando assim era necessário e não tinha como saber previamente quais é que seriam os conteúdos exibidos.

Carlos Rodrigues, diretor da CMTV, deu destaque a esse assunto na edição desta semana da revista TV Guia e lembrou que “não há nenhum mecanismo legal que possibilite a intervenção na grelha do proprietário de um canal sem intervenção do seu diretor”.

Juca deveria ter impedido ou enquadrado as emissões. Caso não pudesse, teria de sair, até porque as emissões em julgamento prolongaram-se por várias semanas. Esta via de defesa é, por isso mesmo, insustentável para Juca. Os seus interesses neste processo são divergentes dos interesses do FC Porto, mesmo com graus diferenciados de responsabilidade, como provavelmente é o caso. A sua defesa deve autonomizar-se rapidamente. Por este caminho, está a incriminar-se sem necessidade“, alertou.

Leia também: Diretor da CMTV critica a RTP: “Vai ser difícil colocar o serviço público nos eixos”

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

Adicionar Comentário

Clique aqui para comentar

ATV News

<>