fbpx
Famosos

Diogo Carmona ‘abre’ o coração sobre a mãe: “É o recomeço de uma boa relação…”

Diogo Carmona Mãe

Diogo Carmona lançou um livro polémico onde aborda várias questões relacionadas com a sua vida.

“Contra Todas as Probabilidades” é o nome do primeiro livro de Diogo Carmona. Nesta publicação, o jovem fala sobre os momentos mais trágicos da sua vida e conta a sua versão na polémica relação com a mãe, Patrícia Carmona.

Apesar de no livro relatar a relação conturbada que tem tido com a mãe, a relação entre os dois está a melhorar a olhos vistos.

Em dezembro do ano passado, Diogo resolveu ligar à progenitora. “Estava em casa, tive um ataque de ansiedade e pensei que tinha de lhe ligar. Foi uma espécie de eureca. Ela veio ter comigo”, disse o ator, em declarações à TV 7 Dias.

Segundo Diogo, esta aproximação é um “novo recomeço de uma boa relação”.

“Agora tenho mais cabeça do que tinha, sou mais responsável, mais adulto do que há um ano ou dois, portanto, acho que agora está tudo bem e isso é que interessa”, referiu, à mesma publicação.

Diogo relata no livro que a mãe se apropriou do seu dinheiro

Diogo Carmona acusa a mãe de se ter apropriado do seu dinheiro.  “Tinha 18 anos quando descobri que não tinha um euro em meu nome, apesar de trabalhar desde os cinco anos. A minha mãe tinha gasto todo o dinheiro que ganhei na infância em trabalhos de representação”, pode ler-se no prefácio do livro.

Progenitora é a palavra que Diogo escolheu para se referir à mãe no livro: “Fiquei várias vezes sem ter onde dormir depois de discutir com a minha progenitora – é este o termo que vou usar para me referir à minha mãe – e com a minha avó, que considero ter sido igualmente cúmplice no crime que foi cometido contra mim”.

“Mais grave ainda, fui acusado de violência doméstica e alvo de providências cautelares, num plano orquestrado de forma maléfica para me deixar mal visto“, explicou o artista.

No livro, Diogo, que chegou a estar internado numa ala psiquiátrica, revelou também que se tornou dependente de álcool devido aos problemas familiares e de saúde mental que enfrentava. “Comecei a refugiar-me no álcool e comprava cada vez mais garrafas de whisky, que bebia à noite, em casa da minha progenitora“, contou o ator.

Veja a publicação sobre o lançamento do livro aqui:

Leia também: Big Brother! Noélia sobre relação de Joana e Savate: “Nunca incentivei a separação…”

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News