fbpx
Famosos

Cristiano Ronaldo: Juiz pede arquivamento da queixa de Mayorga

Cristiano Ronaldo, Kathryn Mayorga
Redes sociais

A modelo Kathryn Mayorga acusou Cristiano Ronaldo de a ter violado num quarto de hotel em Las Vegas, em 2009.

O caso da alegada violação de Cristiano Ronaldo a Kathryn Mayorga pode vir a ser arquivado, por recomendação do juiz federal do Nevada, Daniel Albregts.

A possibilidade de arquivamento deve-se ao facto de alguns documentos apresentados pela acusação terem sido roubados. Estes revelavam conversas entre o futebolista e os seus advogados.

Rejeitar o caso de Kathryn Mayorga apenas pela conduta inapropriada do advogado é um resultado duro, mas é infelizmente a única sanção apropriada para assegurar a integridade do processo judicial“, afirmou o juiz.

Agora, os advogados da modelo têm 14 dias para se oporem à decisão, isto se quiserem prosseguir com a acusação contra Cristiano Ronaldo, que se declara inocente.

Recorde-se que Mayorga alegou ter sido violada pelo internacional português em 2009, num hotel em Las Vegas. Apesar de, no ano seguinte, ter assinado um acordo de confidencialidade, no qual recebeu cerca de 324 mil euros, acabou por acusar formalmente o jogador em 2018, exigindo uma indemnização de mais de 64 milhões de euros pela “dor e sofrimento causados”.

Leia também: Cristiano Ronaldo causa mal-estar no Manchester United?

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

Adicionar Comentário

Clique aqui para comentar

ATV News