Famosos

Cristiano Ronaldo. Alegada Edna insultada pelos internautas

Depois da Renascença foi a vez do Record descobrir uma das mulheres que garante ter servido Cristiano Ronaldo numa fase em que o jogador passava por dificuldades. O desportivo chegou à conversa com Edna Caldas, a alegada supervisora do McDonald’s. 

A revelação está, no entanto, a suscitar muitas dúvidas junto dos internautas, uma vez que a diferença de idades entre um e outro é de apenas um ano, o que faria com que a jovem estivesse a trabalhar ilegalmente.

“Quando era miúdo, com uns 12 anos, não tínhamos dinheiro. E vivíamos juntamente com outros jovens jogadores provenientes de outras zonas do País. Era um período complicado, sem a minha família por perto. Às 22h e tal ou às 23h, tínhamos fome e havia um McDonald’s por perto. Pedíamos os hambúrgueres que sobravam e uma senhora chamada Edna, mais outras duas raparigas, davam aquilo que sobrava. Espero que esta entrevista ajude a encontrá-las porque queria convidá-las para jantar comigo, em Turim ou em Lisboa. Quero poder devolver aquilo que fizeram por mim. Nunca me esqueci desse momento”, disse o craque em entrevista a Piers Morgan.

Agora, ao Record Edna revelou que foi o próprio pai que a avisou da procura de Ronaldo e contou que “simplesmente não acreditava naquilo que os meus pais me estavam a dizer. Fico contente e só prova o quanto ele é humilde. Não sou ninguém para se lembrar de mim”.

A jovem contou ainda que havia recordado as histórias com os jogadores da formação de Alcochete no dia anterior à entrevista. “Ainda no dia anterior à entrevista dele estive no McDonald’s a jantar com uma amiga e vi a Sónia, a responsável na altura. Contei a história do Ronaldo a essa minha amiga e depois veio o resto. Tem sido uma loucura”, revelou.

“Recordo-me perfeitamente do Fábio Ferreira, que era muito divertido e bem-disposto. E o Yannick Djaló tinha um carrapito no cimo da cabeça, embora não fosse tantas vezes”, revelou Edna que, desde o trabalho no McDonald’s já passou pelo Passerelle Striptease Bar, em Lisboa e pela empresa de festas Red Room Sessions.

A mulher acrescentou também que: “Cheguei a ir beber café com ele ao Maracanã. Até houve uma vez que um amigo dele da Madeira, acho que era Marco, esteve connosco lá. Depois viveu na Quinta do Lambert e eu ia a um café que era o Bar da Liga. Ele tinha umas bermudas brancas e umas sandálias pretas, meio cruzadas”.

Confrontada pela diferença mínima de idades, Edna defende que tudo se deve a um lapso de Ronaldo. “Provavelmente tinha mais dois ou três anos do que os 11 ou 12 que referiu na entrevista”, disse.

Depois de contada a versão da “dona Edna”, muitos internautas resolveram investigar e acabaram por descobrir as redes sociais da mulher de 36 anos, havendo mesmo casos de quem esteja a insultar a alegada funcionária procurada por CR7.

“Pelo que vi hoje começaste bem cedo ..aos 13 anos já andavas no Mcdonalds a servir hambúrgueres ao Cristiano Ronaldo Ahahahah não tens mesmo noção do ridículo.. 36 anos e vais pós jornais dizer que a Edna que ele fala és tu ahahahha então vocês só tem 1 ano de diferença. Burra”, escreveu um intertauta.

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita.Apple Store Download Google Play Download

ATV News